Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!

Militares perdem postos após serem flagrados fazendo sexo dentro da academia militar

Cadetes são excluídos da polícia militar após fazerem sexo em sala da academia, o que configura crime militar; saiba mais

Adriana Peraita Publicado em 14/09/2023, às 15h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Militares são expulsos da corporação após serem flagrados fazendo sexo na academia militar - Reprodução/Ascom/Unsplash/ Filip Andrejevic
Militares são expulsos da corporação após serem flagrados fazendo sexo na academia militar - Reprodução/Ascom/Unsplash/ Filip Andrejevic

Nesta quarta-feira (13), um cabo e uma soldada foram expulsos da Polícia Militar de Alagoas após terem sido flagrados fazendo sexo dentro da Academia da Polícia Militar, em Maceió. Eles podem recorrer da decisão na Justiça. 

Segundo o Boletim Geral Ostensivo (BGO) da PM publicado nesta quarta, o flagrante ocorreu no dia 11 de junho e os os dois militares foros expulsos por "crime militar pela prática de ato libidinoso em lugar sujeito à administração militar" .

A exclusão permanente da PM no caso dos dois militares se deu porque eles tinham menos de 10 anos na corporação e, por isso, foram submetidos ao Processo Administrativo Disciplinar Simplificado (PADS) e não ao Conselho de Disciplina (CD). 

A interpretação do responsável pela apuração dos fatos é de que o homem e a mulher fossem apenas excluídos do Curso de Formação de Oficiais (CFO), do qual participavam. No entanto, o comandante-geral da PM, Coronel Paulo Amorim, decidiu pela expulsão.

"O conteúdo probatório contido nos autos, sobre os fatos imputados em desfavor dos acusados, é suficiente para licenciá-los ex officio a bem da disciplina e da moralidade da Administração Pública, decidindo, assim, por suas exclusões das fileiras da Polícia Militar de Alagoas, haja vista terem sido autuados em flagrante delito de crime militar pela prática de ato libidinoso em lugar sujeito à Administração Militar", diz um trecho do boletim. 

JOVEM É ARREMESSADO POR AIRBAG ACIONADO PROPOSITALMENTE

Um jovem, chamado Rodrigo Cândido, de 20 anos, viralizou na internet após ser filmado alçando voo e tendo a calça rasgada devido a um acionamento proposital do airbag do assento de um veículo. O experimento aconteceu em uma mecânica na cidade de Goiânia, em Goiás, e, apesar de ninguém ter se machucado, pode ser muito perigoso. 

No vídeo, o rapaz aparece sentado em uma cadeira apoiada no chão, quando amigos ativam os sensores do airbag e a bolsa de ar se enche com enorme rapidez e violência. De forma, impressionante Rodrigo é jogado para cima. Tamanha a potência da reação química que infla a almofada que ele tem a calça rasgada e um sapato perdido.

O grande impacto do movimento de explosão da airbag pode causar traumas na coluna, fraturas no cóccix e lesões nas vértebras, além de possíveis machucados em consequência da queda. Ainda, a explosão pode causar queimaduras na pele e lesões nos olhos.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!