Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / EITA!

Stênio Garcia se revolta após autor dizer que plásticas o afastaram da Globo: "É mentira"

Ex-chefão do núcleo de novelas fez acusações contra o ator que se posicionou nas redes sociais

Redação Contigo! Publicado em 02/11/2021, às 10h58

Stênio Garcia se revolta após notícia de que plásticas o afastaram da Globo: "Venho a público esclarecer" - Reprodução/Instagram
Stênio Garcia se revolta após notícia de que plásticas o afastaram da Globo: "Venho a público esclarecer" - Reprodução/Instagram

O ator Stênio Garcia desmentiu nas redes sociais que tenha "mudado a fisionomia" após passar por cirurgias plásticas. Ele se mostrou muito chateado com a acusação.

"Venho a público para esclarecer que tem um senhor mentindo que eu fiz plástica no rosto e que mudei muito minha fisionomia quando isso é mentira. Eu sempre fui um ator que anulei a mim mesmo para dar vida aos personagens e, por isso, a cada um deles minha máscara facial muda junto", afirmou ele em um vídeo publicado por sua esposa, Mari Saade.

O desabafo do veterano aconteceu após Silvio de Abreu, ex-diretor do núcleo de novelas da Globo, afirmar que ele parou de ser convidado para novos projetos após fazer cirurgias no rosto.

"Não vou deixar ninguém destruir minha arte com mentiras e acho que a melhor opção é deixar no passado o que é passado. Desde 2020 o mundo está vivendo o pesadelo da Covid 19 onde muitas vidas foram ceifadas, famílias destruídas e só no Brasil mais de 600 mil famílias enlutadas, enfim, esse vírus veio nos mostrar que somos todos iguais e nos deu a oportunidade de evoluir como ser humano e eu quero paz, mas não posso deixar uma mentira a meu respeito circular. Desejo a todos muita saúde, paz, amor e gentileza na esperança de um mundo melhor. Bom feriado a todos", declarou com firmeza.

Veja:

REVELAÇÕES

Após assinar contrato com HBO Max e deixar a Globo, Silvio de Abreucriticou a demissão de José Mayer depois de uma acusação de assédio em 2017. O autor garante que o ator não estava certo, mas que a punição passou dos limites: "Foi um escândalo plantado", disse ele em entrevista.

Em entrevista à revista Veja, o novelista relembrou o episódio e analisou: "Minha análise é que foi um escândalo muito mais plantado por grupos do que qualquer outra coisa. Foi uma atitude bastante cafajeste do Zé Mayer, mas sacrificar uma carreira brilhante e útil para a empresa como a dele foi decorrência da baita pressão de grupos que a diretoria recebeu".