Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Aos 63 anos, Bruna Lombardi garante: "Libido é paixão. Mantê-la acesa é vida"

Casada há 37 anos com Carlos Alberto Riccelli, a atriz exalta a cumplicidade com o marido e o filho deles, Kim, e diz que manter a libido acesa, aos 63 anos, é uma questão de vida

Por Ligia Andrade Publicado em 05/03/2016, às 14h01 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Bruna Lombardi - Cadu Pilotto
Bruna Lombardi - Cadu Pilotto
Ao encontrar-se com a equipe da CONTIGO! no Hotel Grand Mercure, no Rio de Janeiro, Bruna Lombardi, 63 anos, confidencia que acertou na mosca as condições climáticas do dia, pois pressentia que não seria bom fotografar ao ar livre. Desde nova, a escritora e atriz aprendeu a ouvir a intuição e deixar a mediunidade aflorar. “Sou atenta a essas coisas, à minha sensibilidade de leitura, de energia, de compreensão. Sempre fui ouvinte, principalmente das minhas amigas”, revela Bruna, acrescentando que todas as pessoas possuem, sim, mediunidade. “É uma questão de desenvolver.” Para manter o equilíbrio entre os dois mundos, físico e espiritual, a ioga e a meditação são essenciais. Todas essas crenças e práticas foram usadas por ela para escrever seu nono livro, Jogo da Felicidade. “Ele tem uma simplicidade que é muito procurada. É difícil ser simples”, avalia.
Ao lado do marido, o diretor Carlos Alberto Riccelli, 69, Bruna costuma fazer várias coisas ao mesmo tempo. Em casa ou no set, o casal, junto há 37 anos, e o filho deles, o ator e diretor Kim Riccelli, 34, estão sempre em processo criativo. “Minha casa é intensa, todo mundo dá opinião, é passional. A gente se desafia a achar uma coisa melhor”, afirma a atriz, que se divide há anos entre São Paulo e Los Angeles (Estados Unidos). “Nunca cortamos nossas raízes. Inclusive moro no mesmo lugar. Gostamos dessa inquietação. Nosso trabalho é na estrada!” 



MÃE-AMIGA
De passagem pelo país, Bruna lançou o livro e o longa Amor em Sampa, roteirizado por ela e dirigido por Carlos Alberto e Kim. “O filme tenta resgatar uma gentileza perdida. Estou supercontente, deu certo. É uma sorte”, vibra ela, elogiando a energia do marido no set. “Os atores falam que a nossa direção é complementar. Confiamos um no outro”, resume Carlos Alberto ao falar da afinidade entre ele e o filho no trabalho. Já Bruna pautou a relação com Kim na base mais da amizade do que na de mãe coruja. “Sempre fui amiga, mais do que mãezona. Temos diálogo, isso é raro. Eu me vejo no Kim... Demais até! Ele é fisicamente parecido com o pai, mas todo mundo é uma mistura de tudo, não? Já viramos um amálgama de ideias, conceitos.” O rapaz ajudou a mãe na criação do livro, uma espécie de oráculo moderno que descortina as etapas em busca da realização pessoal. O ator se surpreendeu mais uma vez com a mulher: “É um livro para ficar na cabeceira a vida inteira”. Em março, o projeto ganhará novos frutos: a atriz lançará o portal Rede da Felicidade.
Bruna e Carlos Alberto não se ligam muito em datas. Aniversário então... “Somos desligados, estamos em outra dimensão”, justifica a atriz, que parece desafiar a ação do tempo e continua linda — isso tanto para quem a vê pessoalmente quanto para quem curte suas redes sociais com algumas já muito comentadas fotos mais ousadas. Ela acha a velhice um privilégio e conta histórias: “É poderoso, é a vida”. Sucesso no Instagram e no Facebook, Bruna escolhe tudo o que posta. “Conseguir alguma influência nas mulheres é uma satisfação, justifica todo o empenho. Às vezes, leio 100 mil mensagens por semana”, diz. Vira e mexe, a atriz coloca cliques feitos por Riccelli. “Fazemos fotos toda hora, adoro fotografá-la. As fotos são lindas, ela é linda. Não imaginava que fosse repercutir tanto”, conta o diretor.


A VIDA DO CASAL
Para a escritora, felicidade é o seu melhor cosmético. A beleza, uma questão de energia. Bruna gosta de passar cremes. No entanto, acaba se cuidando menos do que gostaria. “Sou muito workaholic. Às vezes, não dá tempo de fazer a unha”, frustra-se, sem encanação. Ela faz a linha natureba, não come carne. Ah, e não tem nada contra a cirurgia plástica: “A liberdade é um grande parâmetro na vida da gente”. Bruna gosta mesmo é de cuidar de seu jardim e ter a sua rotina de exercícios. “Curtimos o trabalho de casa.”
Um casamento tão longo e que mistura o profissional com o pessoal tem de ter o diálogo bem afinado. O caminho trilhado por ambos não foi o mais fácil. Ídolos na TV, eles seguiram a inquietação que os envolvia. “Fomos atrás do caminho mais interessante. A vida nunca é uma linha reta, simples, tudo é trabalhoso. E isso é legal, senão o que seria?”, questiona a atriz. O casal não hesita em trazer à tona questões como ciúme, fidelidade... “Nada vem pronto. Tem, obviamente, o amor, a confiança absoluta, uma paixão bem estruturada. Já manter a libido é paixão mesmo, mantê-la acesa é vida. Se apagar isso, vai apagar a própria vida”, exalta Bruna.


Agradecimentos: Hotel Grand Mercure