Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SE PRONUNCIOU

Gabigol quebra o silêncio após perder camisa 10: "Jamais vai apagar a história"

Gabigol quebra o silêncio após Flamengo retirar sua camisa 10; veja o que ele tem a dizer

Laura Vicaria

por Laura Vicaria

lvicaria@editoracaras.com.br

Publicado em 17/05/2024, às 20h08

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gabigol quebra o silêncio após perder camisa 10: "Jamais vai apagar a história" - Reprodução/Instagram
Gabigol quebra o silêncio após perder camisa 10: "Jamais vai apagar a história" - Reprodução/Instagram

O Flamengo decidiu nesta sexta-feira (17) que Gabigol será retirado do posto de camisa 10 do time após o jogador ter sido clicado usando uma blusa do Corinthians. Nesta tarde, ele se reuniu com dirigentes no Ninho do Urubu, onde possivelmente recebeu a notícia. Segundo o UOL, a diretoria já estava debatendo qual seria a punição do craque desde o momento em que receberam a foto.

Em uma nota publicada nas redes sociais, Gabigol confirmou a informação e lamentou a perda do posto. Apesar disso, ele respeitou a decisão do clube e agradeceu pelos momentos em que pôde vestir a camisa.

Leia a nota na íntegra:

“Naquele dia 12/11 de 2022, depois de ter sentido as maiores emoções da minha vida com as glórias e expressivas conquistas pelo Flamengo, o clube me presenteou com uma camisa muito especial, a 10, simplesmente o manto usado por nosso maior ídolo, o Zico. Confesso que senti uma certa insegurança, pois junto com aquela camisa, vinha também um grande peso de responsabilidade. No Flamengo, encontrei minha melhor versão e vivo o melhor ciclo da minha carreira. Sou fascinado por títulos e sempre expressei isso no excesso de vontade dentro de campo, que muitas vezes é interpretado de forma errada. O Flamengo me proporcionou ganhar muitos títulos (2 Libertadores, 2 Brasileiros, 1 Copa do Brasil, 1 Recopa Sul-americana, 2 Supercopas do Brasil e 4 Cariocas) e viver esses momentos mágicos com a nação e ser acolhido pela maior torcida da América, isso sim é o verdadeiro significado da palavra felicidade. Nesses mais de 5 anos de alegrias e algumas tristezas, sempre tive uma certeza, a do meu amor por esse clube, a do amor pela nação rubro-negra. Hoje fui comunicado pelos diretores do Flamengo que não vestirei mais a 10. Cabe a mim aceitar e respeitar o comando do clube. Mas isso jamais vai apagar a história que construí com meus companheiros de equipe. Aceito a próxima camisa e vou dar a vida em campo pelo Mengão até o fim da nossa história. Te amo, Flamengo!”