Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / Caso Gugu

Rose Miriam registrou em cartório briga com família de Gugu Liberato durante o velório

Na ida ao velório, família de Gugu teria se desentendido com a mãe dos filhos do apresentador

Redação Contigo! Publicado em 05/02/2020, às 11h23 - Atualizado às 11h23

Gugu Liberato e Rose Miriam assinaram contrato de coparentalidade - Reprodução/AgNews
Gugu Liberato e Rose Miriam assinaram contrato de coparentalidade - Reprodução/AgNews

Após uma série de polêmicas, um novo documento traz luz ao caso envolvendo a fortuna de Gugu Liberato.

Segundo informações do jornalista Leo Dias no TV Fama desta terça-feira (4), ela procurou um cartório e registrou um suposto desentendimento ainda durante o velório do apresentador.

"A Rose Miriam foi ao cartório registrar oficialmente a briga que aconteceu no velório", revelou ele.

"Foi no dia 18 de dezembro, 19 dias após a morte do apresentador. Segundo ela, quando ela chegou ao Brasil foi impedida de ir na van da família ao velório. Ela revelou que estranhou que a sua família foi separada da família de Gugu",relatou.

No documento, ela relata desentendimentos. "Segundo ela, após a leitura do testamento, ela se sentiu induzida a assinar os documentos", afirmou o jornalista. Esta informação já havia sido revelada pelos próprios advogados de Rose.

MAIS REVELAÇÕES

A modelo Fabiana Andrade contou segredos de Gugu Liberato em uma entrevista para um jornal carioca nesta quarta (5). Segundo ela, quando os dois viveram um romance no passado, ele teria pensando em ter um filho com a modelo.

“Era o sonho dele ser pai. Ele chegou a cogitar comigo, mas eu era muito nova, tinha 22 anos”, disse.

Fabiana também avalia a atitude da mãe dos filhos do apresentador. Ela reprova a atitude. “Se eu fosse a mãe dos filhos dele, jamais faria isso que ela está fazendo. Pelos meus filhos. Aquelas crianças não merecem estar no meio disso. Vejo o João Augusto em fotos e queria dar um abraço nele. Ele é o Gugu escrito”, opina.

Segundo ela, Gugu sempre foi muito generoso. “Ninguém precisava pedir nada a ele. Uma vez o Gugu foi para a Bahia e me trouxe uma blusa cheia de pedras que hoje valeria uns R$ 3 mil. Ele adorava dar presentes”.