Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Cantor gospel Ricardo Leitte perde a luta contra a Covid-19 e deixa mulher e filha: "Deus tomou para Si"

Músico ficou mais de 15 dias internado em estado grave e não resistiu; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 03/11/2020, às 16h15 - Atualizado às 16h16

Cantor gospel perde a luta contra a Covid-19 e deixa mulher e filha - Reprodução/Instagram
Cantor gospel perde a luta contra a Covid-19 e deixa mulher e filha - Reprodução/Instagram

O cantor gospel Ricardo Leitte é mais uma vítima do coronavírus.

A informação chegou pelo Instagram do músico, que informou o falecimento dele nesta segunda-feira (02). "Hoje o Senhor Deus tomou para Si seu servo, Ricardo Leitte", informou o comunicado. "Ficará em nossas lembranças a alegria que ele espalhou através de suas canções por todos os lugares onde passou e o legado conquistado com muito sacrifício".

Ele passou mais de quinze dias encarando os sintomas pesados da doença e não resistiu: "Ricardo vinha lutando contra o COVID-19 desde 15/10/2020 e hoje essa luta chegou ao fim", diz o comunicado. Em publicações anteriores, há a informação de que a doença atingiu rapidamente mais de 70% de seus pulmões e que ele não estava reagindo ao tratamento.

"Sabemos que todos os amigos, fãs e admiradores estão sentindo a dor dessa partida precoce, mas o céu está em festa e Deus está sendo adorado por esse servo e homem de Deus.
Sentiremos saudades Ricardo Leitte. Descanse em paz
", completou.

Ricardo é o compositor da música Morri para Viver, de Andressa Urach. Ele deixa a esposa, Amanda, e uma filha.

DOAÇÕES

Ex-obreira da Igreja Universal e vice-Miss Bumbum, Andressa Urach usou as redes sociais para publicar um longo desabafo.

Ela revelou que recentemente passou por uma grande decepção e por isso decidiu colocar limites em sua atuação religiosa"Gente eu não escondo nada de ninguém. Nos últimos meses passei por uma decepção tão grande, que literalmente rasgou meu coração, não consegui nem estudar, vou ter que trancar a faculdade de jornalismo, pois não tenho cabeça para pensar sobre isso. Dediquei meus últimos 6 anos da minha vida para Jesus como todos sabem, mas acabei me sentindo como um objeto descartável, nunca me senti assim nem no tempo da prostituição", afirmou ela.

Veja: