Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Vera Fischer fala sobre resgate de humanidade: 'Temos condições'

Atriz disse que é possível resgatar essência das pessoas independente da raça ou credo

Redação Contigo! Publicado em 11/01/2019, às 15h45 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Vera Fischer - Reprodução / Instagram
Vera Fischer - Reprodução / Instagram

Nesta sexta-feira (11), Vera Fischer falou sobre como as pessoas estão perdendo a humanidade. Com um texto inspirado em poetas, a atriz contou que o mundo é perverso, mas é possível mudar.

“Há dias eu li uma entrevista do poeta Sergio Vaz, da periferia de São Paulo. Achei uma tocante sinceridade, à flor da pele. Ele diz: ‘Quando eu escrevi meu primeiro livro, para mim poesia era vaidade. Hoje vejo que ela é um instrumento de defesa e ataque, tem condições de resgatar a humanidade das pessoas’. No quintal de sua casa, ele tem uma escultura de Dom Quixote e uma placa dizendo o seguinte: ‘meu coração é cheio de pássaros, por isso nunca me dei bem com gaiola’". E sobre Dom Quixote, ele diz: ‘Quando li Dom Quixote, que fala dos sonhos, eu pensei: Pô, eu sou isso cara! Um sonhador! A culpa não é minha. A culpa é desse mundo aí que é perverso. E o meu sonho, preciso realizar. Devo ao Dom Quixote, sim!’”, escreveu ela.

Em seguida, a atriz falou que concorda com o escritor e que é possível trazer de volta a essência humana das pessoas, independente da raça, gênero, orientação sexual ou credo.

“Pois é o que eu acho também! Temos condições de resgatar a humanidade das pessoas. Sejam elas brancas, negras, indígenas, asiáticas, trans, gays, héteros, religiosas ou não, enfim, qualquer que seja a forma de Ser que valha a pena”, finalizou.

Veja: