Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Patricia Abravanel entrega adolescência rebelde: 'Pedi perdão pros meus pais'

Apresentadora do SBT faz confissão sobre nome diferente do filho: 'Será que ele está chorando por causa do nome?'

Redação Contigo! Publicado em 27/08/2019, às 18h29 - Atualizado às 18h32

Patricia Abravanel - Reprodução / Instagram
Patricia Abravanel - Reprodução / Instagram

A apresentadora Patricia Abravanel bateu um papo descontraído na redação da Editora CARAS nesta terça-feira (27) durante uma live nas redes sociais. Ela contou sobre sua adolescência rebelde, a família grande e até como foi parar na televisão.

Para começar, a filha de Silvio Santos revelou que já foi expulsa da escola na adolescência. 

"Porque eu era muito bagunceira, hiperativa, queria chamar atenção. Eu estudava na Graded, as minhas notas começaram a ir pra baixo, aí eles me colocaram de sobreaviso e chamaram meus pais. Enquanto meu pai estava lá convencendo eles para eu ficar, eu levantei toda metida e falei: 'agora quem não quer sou eu!'. Falei ali na reunião, pra todo mundo que estava na mesa. Eu me achava tanto, a gente acha que sabe tudo quando é adolescente. Eu estava muito errada, eu mudei de escola, fiquei muito mal depois", afirmou ela.

Patricia até teve que se desculpar com os pais depois. "Teve um dia que eu perdi perdão pros meus pais, porque eu dava um trabalho para eles. Eu fui a filha que mais deu trabalho. Era uma rebeldia, eu queria chamar a atenção. Eu era desafiadora de autoridades. Eu batia de frente com meu pai. Eu levava mais broncas do que as outras filhas dele"

E, pelo jeito, a filha dela, Jane, já mostra que herdou a personalidade da mãe. "Estou vendo isso na minha filha. A Jane nem está com dois anos e já é toda independente, toda fazendo graça".

A apresentadora também relembrou o seu início na TV após orientações da família. "A gente mal aparecia na mídia. Eu morei fora por um tempo, voltei e trabalhei na Jequiti. Nessa época, já tinha muita família trabalhando no SBT por trás das cameras. Eu ia abrir um negócio meu, e o pessoal começou a falar pra eu ir pra televisão. Então o meu pai falou para eu ir fazer um merchan, e depois me colocou no Jogo dos Pontinhos. Na época, eu tinha acabado de me separar, estava meio perdida"

Hoje em dia, Patricia Abravanel está realizada. Mãe de três filhos, ela adora sua grande família. "Está uma loucura com três fihos. Eu sou super prática, sou rígida quando tem que ser. Eu tenho que educar, principalmente o primeiro. Se ele é bem educado, os outros vão atrás. Se ele chora ou faz manha, a Jane já começa a fazer também"

Por causa das gestações perto uma da outra, a apresentadora ficou um bom tempo sem programa na TV até agora, quando estreou o Topa ou Não Topa, no SBT. "Eu fiquei quase dois anos sem programa e não percebi. Eu fiquei tão feliz no tempo que eu estava fora. Não é que eu senti falta, eu curti, eu amei ficar curtindo a última gestaca, foi a que eu menos trabalhei, curti a Jane pequena, curti muito os meus filhos"

A comunicadora ainda fez uma confissão sobre o nome diferente do filho caçula, Senor - que é uma homenagem ao nome verdadeiro de Silvio Santos. "Quando ele chora, eu pergunto será que ele está chorando por causa do nome? [risos] Às vezes vem esse pensamento na minha cabeça, eu confesso. A ideia veio do meu marido. Os genros e os netos chamam o meu pai de Senor, eu nunca tive que chamar o meu pai de Senor. Aí o Fabio falou do nome e todo nome que eu falava, eles iam contra. Então eu pensei: Quer saber, não vai ter nome mais forte. E foi. Não dava para ser Silvio, porque não é o nome do meu pai"

Em outro momento da conversa na live, Patricia Abravanel contou alguns momentos de sua vida no estilo de 'gente como a gente'. Ela confidenciou que já teve seu nome sujo. "Meu nome já foi parar no Serasa. Eu cancelei a conta do celular, e ficou pendente uma fatura. Eu não sabia também, e um dia eles bloquearam a minha conta no banco por causa da conta de 100 reais do celular". Ela ainda contou que já cortou a embalagem do shampoo para aproveitar até o fim e também já colocou água para render aquele final de produto. Além disso, a morena já vômitou na balada. "Eu já fui balada, bebi muito e vomitei. Se eu bebo muito, até gosto de vomitar para tirar aquilo, eu odeio deitar na cama e ficar rodando"