Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Sincerona

Ludmilla detona Val Marchiori e fala de processo por injúria racial: ''Debocha da situação''

Após entrevista de Val, Ludmilla rebate e fala de processo por injúria racial: "Ela debocha"; entenda

Redação CONTIGO! Publicado em 18/09/2019, às 11h38 - Atualizado às 11h38

Ludmilla e Val Marchiori - Reprodução/Instagram
Ludmilla e Val Marchiori - Reprodução/Instagram

Ludmilla não aguentou e rebateu as afirmações de Val Marchiori a respeito do processo de injúria racial.

A cantora usou sua conta no Twitter para criticar a postura de Val na questão do processo de injúria racial que condenou a apresentadora a pagar R$ 10 mil. Val afirmou que Lud teria virado as costas quando ela tentou pedir desculpas.

"Mas é claro que eu virei as costas, ela pediu pro marinheiro dela começar a filmar e me chamou. Quando eu estava indo meus amigos me alertaram e eu voltei. Segundos depois, saiu a manchete no site Ego (lembro perfeitamente) e ainda bem que não fui", contou Lud. Ela completa: "Desculpas com o telão ligado é mole".

Ludmilla ainda deixou claro que não gosta da maneira com que Val lida com a questão atualmente: "E por ela ser rica e cheia de privilégios até hoje nada aconteceu, e ela debocha da situação em todo canto que vai".

O QUE VAL DISSE

Val Marchiori abriu o jogo a respeito do processo movido contra ela por injúria racial.

A apresentadora conversou com Antonia Fontenelle no canal Na Lata do YouTube e comentou o processo por injúria racial movido por Ludmilla contra ela. Em 2016, ao comentar ao vivo o Carnaval, Val disse que o cabelo de Lud "parecia um Bombril".

Em 2018, a loira foi condenada a pagar R$ 10 mil de indenização, mas recorreu e deixou claro que não concorda com a sentença. "Eu posso dar a minha opinião. Não xinguei a pessoa, não falei da índole nem da cor dela. Eu racista? Eu sou zero racista, tenho preconceito zero com ninguém. Se ela quer processar, tudo bem, é um direito dela. Mas é uma perda de tempo", declarou.

Apesar de dizer que não concorda, ela conta que tentou pedir desculpas a Ludmilla após o fato. Durante uma viagem a Angra dos Reis, elas se encontraram e Val teria se aproximado para pedir desculpas. "Pedi desculpas para ela. Mas olha como ela foi mais racista que eu: ela estava lá no barco com a família dela. Fui até ela pedir desculpas. Sabe o que ela fez? Virou as costas para mim e saiu nadando. Mas tudo bem, é um direito dela", contou.