Últimas Orgulho e Paixão

Juliano Laham se posiciona após protagonizar beijo gay: ''Mais que necessário''

Após cena em Orgulho e Paixão, ator publicou longo texto nas redes sociais

quarta 12 setembro, 2018
Beijo em Orgulho e Paixão
Beijo em Orgulho e Paixão Foto:Reprodução

O ator Juliano Laham se posicionou nas redes sociais sobre o beijo entre o casal Otávio e Luccino no capítulo desta quarta-feira (12) em Orgulho e Paixão.

Ele elogiou a oportunidade que ganhou com o papel e falou da importância do respeito.

“O Luccino é um presente pra mim. Estou muito feliz de poder contar essa história de amor de uma forma tão pura, genuína e carinhosa. Esse marco (beijo) no romance dos dois personagens foi o melhor que podia ter acontecido pro casal #Lutavio . Espero que com cenas de amor como essa a gente consiga mudar ou quem sabe até reeducar as pessoas no quesito respeito ao próximo. É só amor", disse ele.

Laham disse que está acompanhando como dá a repercussão. "Ainda não consegui acompanhar muito a de hoje por estar gravando. Mas estamos muito felizes com a torcida pelo casal #Lutavio.  Torço pelo dia em que vamos comemorar apenas mais um casal na novela. E que o beijo seja apenas mais um beijo", disse ele.

O ator, ao fim, rebateu possíveis críticas: "Por enquanto esse beijo é mais que necessário!“, afirma.

COMO FOI

No capítulo de hoje, os apaixonados Luccino (Juliano Laham) e Capitão Otávio (Pedro Henrique Müller) trocaram um beijo delicado, celebrando um amor construído com exrtrema doçura e inteligência pelo autor Marcos Berstein. Este foi o primeiro carinho trocado por dois homens no horário das seis.

Redação Contigo!
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

NOVELAS

  1. 1 Orgulho e Paixão: Julieta e o filho, Camilo, selam a paz em cerimônia dupla de casamento
  2. 2 Hoje em 'Segundo Sol': Beto pede Luzia em casamento
  3. 3 Hoje em 'O Tempo Não Para': Waleska flagra Miss Celine e Elmo se beijando
  4. 4 Hoje em 'Orgulho e Paixão': Edmundo pede Fani em casamento
  5. 5 Hoje em 'Segundo Sol': Jornais falam sobre o caso de Beto Falcão