Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Música

Filho de Arlindo Cruz homenageia o pai e se emociona ao falar do estado de saúde do sambista

Músico sofreu um AVC em 2017 e está recebendo cuidados médicos em casa

Redação Contigo! Publicado em 28/11/2018, às 14h07 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Filho de Arlindo Cruz homenageia o pai e se emociona ao falar do estado de saúde dele - Reprodução/Instagram
Filho de Arlindo Cruz homenageia o pai e se emociona ao falar do estado de saúde dele - Reprodução/Instagram

Arlindinho, filho mais velho de Arlindo Cruz, homenageou o pai nesta quarta-feira, 28, e falou, com tristeza, mas com esperança, do atual estado de saúde do sambista. 

“Tenho Teu amor , Tua Cor , Tua Cruz... Mas nunca serei você. Enquanto DEUS me der forças eu vou lutar pelo teu nome , pela tua família, pelo os teus princípios, pois o pouco que eu sei você me ensinou , volta que ainda tenho muito o que aprender! Eu acredito, Deus tem um plano maravilhoso”, escreveu o herdeiro, que ganhou o apoio dos fãs nos comentários da publicação.

“Fé no tempo, querido!”, afirmou uma; “A vitória demora mais vem”, escreveu um segundo; “Melhoras, em breve ele estará bem”, declarou um terceiro.

SAÚDE DO CANTOR

Babi Cruz, mulher do sambista, revelou em entrevista ao Conversa com Bial em outubro como está a saúde do marido, que sofreu um grave AVC na região central do cérebro em março de 2017.

Após meses em coma no hospital, ele foi transferido para casa e teve boas e visíveis melhoras nesses últimos tempos.

"Não tá fácil, mas eu fiz um acordo com Deus no momento do AVC. Eu falei pra papai do céu não levar ele que eu ia ter toda a disposição do mundo, toda a paciência, não vou me sentir cansada. É uma condição de se doar de verdade", disse ela.

Emocionada, a porta-bandeira disse que a saúde do músico está em perfeito estado, mas que os reflexos nas regiões cerebrais responsáveis pela memória seguem.

"Papai do céu devolveu, ele é um milagre. Fisicamente ele mantém há meses mantendo uma boa pressão, glicose, oxigenação, todos os órgãos preservados. O fato é a memória. Ela vai e volta. Eu não quero perder essa vida, eu conheci o Arlindo com 14 anos", disse.