Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Sem noção

BBB 19: 5 afirmações inacreditavelmente preconceituosas ditas no reality

Racismo, machismo e desinformação: as declarações polêmicas dos participantes

Redação Contigo! Publicado em 07/02/2019, às 14h36 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Paula, Gustavo e Diego - Reprodução/TV Globo
Paula, Gustavo e Diego - Reprodução/TV Globo

Com apenas pouco mais de três semanas após o seu início, o Big Brother Brasil 19 está dando o que falar. Muitas das polêmicas que surgiram no confinamento têm como origem comentários preconceituosos disparado por alguns brothers e sisters. Por isso, reunimos aqui 5 afirmações sem noção que marcaram os primeiros 23 dias do reality:

1) Durante conversa na cozinha, Paula relatou a história de uma mulher que foi esfaqueada pelo marido. “Ela levou umas 34 facas, mas ela achou que tinha levado três, porque ela levou e desmaiou. Só sentiu um molhado nas costas”, contou. “E o que ela fez pra ele fazer isso?”, questionou Hariany. "Ele achou que ela traiu ele. Ela cheia de vergão, e era tipo aquelas facas de pão, sabe?", e continuou: "Aí eu pensei que ia chegar mó faveladão lá, e quando eu vi o cara era branquinho, morou não sei quanto tempo na Austrália ou no Canadá, não sei. Falei: 'não é possível que você fez isso.'”

2) No quarto, Gabriela reclamou para Hana que usaram todo o seu creme para cabelo. "Emprestei só para a Elana, porque ela também tem o cabelo cacheado", disse, no que Paula rebateu: "Eu também tenho cabelo ruim". A designer gráfica não gostou do comentário e respondeu: "Não fala isso. Ruim é preconceito, cabelo não."

3) Em bate-papo com Diego e Maycon, Gustavo dividiu a sua opinião sobre as meninas da casa: "A verdade é o seguinte: está tudo na nossa mão, a gente vai administrar do jeito que a gente quiser. Aqui é a presidência, o baile é nosso", disse. "Calma, meninas, vocês estão muito soltinhas! Parecendo calota de carro quando desce a serra."

4) Durante brincadeira, os participantes tentavam adivinhar qual animal era representado em mímica, quando Gustavo disparou: "Um índio!" A afirmação irritou Vanderson, que é coordenador educacional indígena. "Isso é crime, você sabe, nê?", respondeu.

5) Diego não soube lidar ao ser chamado de "Diega" por Hana após uma festa. Na manhã seguinte, o criador de cavalos não escondeu a sua falta de afeição pela carioca durante conversa com Tereza. "Se ela não consegue se controlar sozinha, tem que colocar ela no lugar dela", afirmou ele.