Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / TRISTEZA

Elaine Bast lembra câncer e desabafa após pedir demissão da Globo: "Cheguei ao topo"

Após 23 anos na emissora, Elaine Bast lembra câncer e faz balanço da carreira

Redação Contigo! Publicado em 24/05/2022, às 14h06

Elaine Bast lembra câncer e desabafa após pedir demissão da Globo: "Cheguei ao topo" - Reprodução/TV Globo
Elaine Bast lembra câncer e desabafa após pedir demissão da Globo: "Cheguei ao topo" - Reprodução/TV Globo

A jornalista Elaine Bast publicou um longo texto nas redes sociais em que refletiu sobre os 23 anos em que foi funcionária da TV Globo: ela pediu demissão na última sexta-feira.

Em tom de despedida, ela fez um balanço longo de sua carreira nos principais telejornais da casa. A profissional também relembrou o período em que foi correspondente em Nova York. 

"Na última sexta-feira pedi demissão da empresa em que fiquei por 23 anos. Foram duas décadas de muito aprendizado. Comecei no Bom Dia Brasil, logo após ter saído da Gazeta Mercantil, um jornal que era voltado para empresas e mercado financeiro. Não foi um início fácil. A TV era um mundo completamente diferente para mim, com uma linguagem própria. E posso dizer que tive os melhores professores lá dentro: editores, colegas de profissão, chefes. Do Bom Dia Brasil, para o Jornal da Globo, Jornal Hoje, SP2, Fantástico, Globo Repórter. Fiz todos os jornais da casa. Até chegar o convite para trabalhar, por quase 5 anos, como correspondente na Globo de NY: fui com a família toda", disse ela.

Bast disse que foi lá que viveu algumas coberturas históricas. Ela também relembrou a marcante passagem pelo Mundo S/A, um dos principais programas da grande da GloboNews.

"Cobri eleições, tragédias, a morte do Osama Bin Laden. Cobri também momentos alegres, como o Oscar. Fiz inúmeras matérias com tantos artistas dos quais era admiradora, tanto os da telona quanto os do rock and roll. E de lá trouxe muitas histórias que guardarei comigo para sempre. Tive ainda a honra de ser apresentadora por dois anos do programa da Gnews, o Mundo S/A nesse período, experiência que carrego com muito carinho no coração", declarou.

A profissional então explicou que viveu muitas emoções e chegou ao topo dentro da empresa.

"Na volta ao Brasil, três meses depois, descubro que estava com câncer de mama. Coincidentemente no dia em que havia feito uma matéria sobre o mesmo assunto para o JN. Recebi todo o apoio da empresa para me tratar. E a solidariedade dos colegas. Durante a pandemia fiquei um período em casa, fazendo home office. Mais um novo desafio, vencido. Minha vida sempre foi assim, de desafios. Cheguei ao topo que poderia chegar dentro dessa empresa que sempre me acolheu. E agora decidi partir para novos caminhos. Não sou de me acomodar. E o mundo tem se aberto a tantas novas possibilidades, novas linguagens, novas maneiras de contar histórias. Nessa minha trajetória tenho inúmeras pessoas a agradecer, impossível citar o nome de cada uma. Sou grata a todos por todas as mensagens de carinho que recebi desde o anúncio da minha saída da Globo. Obrigada a todos por me acompanharem até aqui. E seguimos em frente, vamos que vamos!", encerrou. 

A SAÍDA

A comunicadora teria deixado a empresa dos Marinho pelo mesmo motivo de Michelle Barros: falta de oportunidade de crescimento na emissora e descaso da Globo com seu trabalho.

Elaine Basttentou negociar diversas vezes um quadro ou coluna especial focada em economia, já que ela é especialista na área pela USP. Porém, todos os seus pedidos foram ignorados.

Veja: