Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Confira os vencedores do Troféu Domingão - Melhores do Ano 2017

Premiação consagrou atores, humoristas, cantores e apresentadores. Vem ver!

Redação Contigo! Publicado em 11/12/2017, às 08h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Troféu Domingão - Melhores do Ano 2017 - Divulgação Globo
Troféu Domingão - Melhores do Ano 2017 - Divulgação Globo

Um ano de muito trabalho e dedicação foi recompensando na noite deste domingo (10), com uma grande festa no Domingão do Faustão, que reuniu 45 talentos que se destacaram nas áreas de dramaturgia, música e jornalismo. Atores, cantores e jornalistas se reuniram nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, para acompanhar a cerimônia que premiou aqueles que receberam mais votos dos espectadores, dentro das 15 categorias que estavam na disputa. “O objetivo dessa festa, além de premiar os talentos que são escolhidos através do voto do público, é essa confraternização. Tivemos a oportunidade de ouvir ótimos discursos sobre igualdade e tantos outros assuntos importantes, que mostram que tem muita gente com juízo no nosso país”, disse Fausto Silva, ao final da 22ª edição do prêmio.

As primeiras categorias apresentadas foram as de ‘Ator/Atriz Mirim’ e 'Jornalismo', tendo João Bravo e Sandra Annenberg como vitoriosos, respectivamente. Assim que entrou no estúdio para receber o prêmio, João, de apenas 8 anos, não conteve as lágrimas e relembrou o trabalho em A Força do Querer. "Eu não vou esquecer nunca dessa família do Dedé. Fiquei nervoso quando o Faustão ia anunciar, mas quando ele falou o meu nome, fiquei muito feliz. Esse prêmio não é só meu, é de todos os indicados", disse, arrancando aplausos da plateia. Com 43 anos de carreira, Sandra também se emocionou diante do reconhecimento do público. "Eu não esperava receber esse prêmio no meio de dois jornalistas desse porte e tão queridos, que admiro tanto. Divido esse prêmio com eles e com todo mundo", comemorou Sandra, que concorreu ao lado de Renata Vasconcellos e William Bonner.

Por seu primeiro papel na TV na pele de Ivana/Ivan, Carol Duarte conquistou o título de 'Atriz Revelação'. "Foi um personagem que marcou minha vida e de algumas pessoas. O Ivan passou, mas essas pessoas estão aí. Ninguém precisa ser trans para lutar contra a transfobia. Foi uma honra fazer essa novela. Eu sabia do tamanho da personagem, mas não era suficiente para imaginar as proporções que as coisas tomariam. Estou muito emocionada de estar aqui, acho que é o reflexo de um trabalho muito dedicado e importante", ressaltou a atriz.

A estatueta de ‘Ator Revelação’ foi recebida por Jonathan Azevedo por sua atuação como Sabiá. Ele entrou no estúdio acompanhado de João Vicente de Castro e Silvero Pereira, também indicados na categoria, que falaram da importância deste reconhecimento nacional. "Primeiro, queria agradecer ao Brasil por todo amor que vocês transmitiram pra gente. Queria dizer, ao lado dessas duas pessoas magníficas, que a cura para tudo é o amor", disse Jonathan, com a voz embargada.

Depois foi a vez de premiar o humor. O vencedor na categoria ‘Comédia’ foi Lucas Veloso por seu personagem Didico, em Os Trapalhões. "Eu agradeço muito ao Renato Aragão e ao Dedé por me ensinarem tudo sobre ‘Os Trapalhões’. Muita gente acha que eu entrei na comédia por causa de meu pai. E foi, porque ele me ensinou muito. Mas o motivo do porquê eu ter virado comediante não foi ele. Quando ele sofreu o acidente, minha mãe entrou em depressão, e eu comecei a fazer palhaçada e ver o sorriso no rosto dela. Então todo o meu trabalho com humor até hoje é devido a ela. Isso aqui é por conta de seu sorriso. Te amo, mãe”, disse emocionado no palco da atração.

O sucesso de A Força do Querer também foi coroado com as vitórias de Débora Falabella, Emilio Dantas e Lília Cabral, nas categorias 'Atriz Coadjuvante', 'Ator coadjuvante' e ‘Categoria Especial - Personagem do Ano’, respectivamente. "Estou muito feliz em ganhar esse prêmio. Nem esperava e já me sentia muito lisonjeada por estar ao lado de Elizângela e Zezé Polessa. Nunca tinha feito uma vilã que as pessoas adorassem odiar e o retorno do público foi uma delícia", comemorou Débora. "Quando comecei minha carreira, há dez anos, minha avó dizia: 'Você foi ao Faustão já? Ele é pé quente'. Então, minha avó, isso é para você, missão cumprida. O coadjuvante talvez seja a imagem do trabalho em equipe. Acho que todo mundo, de certa forma, acaba sendo coadjuvante. Tínhamos um grande time e o primordial era o trabalho em equipe, e só por isso deu certo", ressaltou Emilio. "Eu amei ganhar esse prêmio, gente! Muito obrigada a todos que votaram em mim. Eu estou emocionada e tenho muito a agradecer porque, de fato, eu me dediquei muito a esse personagem. Tinha uma responsabilidade muito grande porque o vício no jogo é uma doença. Escolhemos relatar isso de uma forma mais leve e as pessoas entenderam”, pontuou Lília, esbanjando alegria.

A produção Sob Pressão levou a melhor nas categorias ‘Atriz de série, minissérie e seriado’ e ‘Ator de série, minissérie e seriado’, com Marjorie Estiano e Julio Andrade conquistando a estatueta.

Marco Pigossi levou o troféu de ‘Melhor Ator’ para casa por A Força do Querer. "Somos todos uma família. Cada um foi fundamental para o sucesso do projeto. Sem contar com meus parceiros: Paolla, Isis, Tonico!", agradeceu Pigossi. As músicas que foram sucesso na TV, no rádio e na internet em 2017 também tiveram espaço no palco do Domingão. Anitta, com “Paradinha”, Ana Vilela, com “Trem-Bala”, e Pabllo Vittar, com “K.O.”, todas concorrentes à ‘Música do Ano’, marcaram presença no palco. O hit de Pabllo foi o mais votado. "Quero agradecer aos meus fãs e à minha equipe. Estou sem palavras, Brasil! Eu acredito na paz e no amor, em poder sair nas ruas sem receber olhares de preconceito. Este ano de 2017 foi coloridíssimo e o prêmio é a representatividade de tudo isso", exaltou Pabllo, empolgado com o prêmio em mãos. 

Além deles, Ivete Sangalo, vencedora na categoria ‘Melhor Cantora’, e Luan Santana, vencedor na categoria de ‘Melhor Cantor’, também apresentaram seus hits na atração: “O agradecimento vai para meu público, para meus fãs e para as pessoas que me querem bem. Esse prêmio vai para Marcelo e as irmãs dele", disse Ivete, se referindo aos filhos, após cantar a música "À vontade". "Nós todos temos um intuito: o de alegrar vocês”, disse Luan Santana, que cantou a música "Acordando o prédio" ao lado de Nego do Borel, também finalista.

Para finalizar, o trabalho de Paolla Oliveira como Jeiza, de A Força do Querer, foi coroado com o título de ‘Melhor Atriz’. "O que posso dizer diante das palavras e do amor dos meus colegas que passaram por aqui? Quero agradecer a todo mundo que fez parte desse projeto. Quero fazer três agradecimentos especiais: um deles à Glória, com sua mente louca e corajosa. Ao diretor Rogério Gomes, esse cara fez essa novela com toda sua experiência, com todo o coração que ele tem. Também quero agradecer muito ao público. A gente faz novela, isso mexe com nossa cultura, permeia nossas conversas. Vocês compraram uma mulher forte, de opinião e gostos diferentes. É essa a mulher que vocês querem ver. Que essa mulher tenha essa voz sempre”, finalizou Paolla.


Confira todos os vencedores da 22ª edição do ‘Troféu Domingão - Melhores do Ano’: 

PERSONAGEM DO ANO
Silvana (Lília Cabral – A Força do Querer)

ATRIZ DE NOVELA
Paolla Oliveira (Jeiza – A Força do Querer)

ATOR DE NOVELA
Marco Pigossi (Zeca – A Força do Querer)

ATOR/ATRIZ MIRIM
João Bravo (Dedé – A Força do Querer)

ATRIZ REVELAÇÃO
Carol Duarte (Ivan/Ivana – A Força do Querer)

MELHOR CANTOR
Luan Santana

ATOR DE SÉRIE, MINISSÉRIE E SERIADO
Julio Andrade (Evandro – Sob Pressão)

ATOR REVELAÇÃO
Jonathan Azevedo (Sabiá - A Força do Querer)

ATRIZ DE SÉRIE, MINISSÉRIE E SERIADO
Marjorie Estiano (Carolina – Sob Pressão)

ATOR COADJUVANTE
Emilio Dantas (Rubinho - A Força do Querer)

CANTORA
Ivete Sangalo

JORNALISMO
Sandra Annenberg

COMÉDIA
Lucas Veloso

ATRIZ COADJUVANTE
Débora Falabella (Irene - A Força do Querer)

MÚSICA DO ANO
‘K.O.’ (Pabllo Vittar)