Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Novelas / Morte

Totalmente Demais: Prestes a morrer, Sofia faz revelação nos braços da mãe

Filha de Germano e Lili se voltará contra a própria família e acabará tendo um final trágico; saiba mais

Redação Contigo! Publicado em 28/08/2020, às 15h39 - Atualizado às 16h23

A patricinha se voltará contra a própria família e acabará tendo um final trágico; saiba mais - Reprodução/TV Globo
A patricinha se voltará contra a própria família e acabará tendo um final trágico; saiba mais - Reprodução/TV Globo

Com um novo plano, Sofia (Priscila Steinman) voltará para roubar a própria família e contará com a ajuda de Jacaré (Sérgio Malheiros). Mas, o novo plano acabará em tragédia.

Nos próximos capítulos de Totalmente Demais, durante o sequestro de Eliza (Marina Ruy Barbosa), o bandido perceberá que a patricinha tentará matar a modelo com a intenção de colocar a culpa nele, sem pensar duas vezes, ele irá atirar em Sofia: “Sua vadia! Desgraçada! Traidora!”, gritará enquanto atira.

Germano (Humberto Martins) e Lili (Viviane Pasmanter), que estarão por perto, vão se deparar com a filha caída no chão e entrarão em desespero: “Eu fico aqui com Sofia. Vai salvar a Eliza! Ela é sua filha também!”, falará a dona da Bastille.

Em seguida, Lili saíra correndo para ajudar a filha: "Por que você fez isso, filha? Todas essas mentiras, uma vida dupla. Me fala, eu preciso saber. Por quê?", perguntará com a filha caída nos braços.

"No início, eu só queria ser livre. Me afastar daquela vida burguesa medíocre. Mas depois, fui gostando do perigo, me viciando naquilo e quando me dei conta, tinha virado outra pessoa", responderá com dificuldade. "Você não errou. Eu fiz porque quis. Porque era bom. E nada me satisfazia", completará Sofia.

"Mas, filha, e o amor? Minha primeira filha. A maior alegria da minha vida. Nem por um segundo, durante todos esses anos, eu te esqueci ou deixei de te amar. E eu sempre achei que via amor nos seus olhos também", falará Lili, aos prantos.

Prestes a morrer, Sofia revelará que nunca amou os pais : "Eu não sei o que é amar. Eu nunca te amei, mãe. Nem meu pai, nem você, Fabinho. Muito menos o Rafael ou o Jota. Eu nunca amei ninguém. Acho que nem eu mesma", contará antes de morrer. Lili ficará desolada: "Traz a minha filha de volta! Eu não vou aguentar perder a Sofia outra vez!", irá implorar a mãe da jovem.