Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Novelas / Eita!

Nos Tempos do Imperador: Tonico toma decisão e acaba separando Nélio de Dolores

Sem saber que é corno, o vilão planeja situação que faz os pombinhos ficarem separados; confira o que vai acontecer

Redação CONTIGO! Publicado em 23/11/2021, às 15h57

Sem saber que é corno, o vilão planeja situação que faz os pombinhos ficarem separados; confira o que vai acontecer - Reprodução/TV Globo
Sem saber que é corno, o vilão planeja situação que faz os pombinhos ficarem separados; confira o que vai acontecer - Reprodução/TV Globo

Em Nos Tempos do Imperador,  Tonico (Alexandre Nero) toma decisão e separa Dolores (Daphne Bozaski) e de seu amante. O deputado obrigará Nélio (João Pedro Zappa) a se alistar nos Voluntários da Pátria para lutar em defesa do Brasil na Guerra do Paraguai.

No capítulo previsto para quarta-feira (24), o vilão, sem imaginar que é corno, anunciará a decisão de alistamento para seu assessor e Nino (Raffaele Casuccio). "Passei a noite convencendo os deputados, ganhando o apoio dos coronéis... Mas o melhor é que eu vou me alistar também. Provar para Pedroca que estou do lado dele", dirá.

"Você vai se alistar?", questionará  Nélio. "Vamos! Vocês dois também", revelará o dono do jornal. "Tonico, eu mal sei pegar numa arma", reagirá o advogado. "É melhor aprender. Senão...", retrucará o vilão deixando o amante de Dolores em pânico.

Nas cenas adiante, o rapaz aparecerá revelando a decisão do patrão à irmã de Pilar (Gabriela Medvedovski). "Você não pode ir para a guerra, Nélio", pedirá a mocinha. "Me tremo só de pensar. A simples ideia de estar num campo de batalha, de ter que matar alguém, de poder ser morto por um tiro...", lamentará o rapaz.

"Você tem que dizer que não quer ir", exigirá a jovem. "Você acha que é possível convencer o Tonico a me deixar aqui?", especulará Nélio. "Vamos ter que dar um jeito de fazer você ficar", retrucará Dolores, beijando o amado.

ASSASSINATO

Tonico Rocha (Alexandre Nero) cometerá seu primeiro assassinato. Para encobrir o plano de sequestrar dom Pedro II (Selton Mello), o deputado matará um de seus aliados a facadas e sentirá prazer com o crime. "Me senti com poder", afirmará o crápula.

No capítulo previstos para 4 de dezembro, o dono do jornal O Berro armará um plano para sequestrar o imperador do Brasil e entregá-lo a Solano López (Roberto Birindelli) durante a guerra. O marido de Teresa Cristina (Leticia Sabatella) chegará a ser rendido pelo comparsa de Tonico, mas será salvo por Samuel (Michel Gomes).