Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Novelas / comprada!

Amor Perfeito: Aliada de Marê vira casaca e depõe a favor de Gilda

Aliada de Marê vira casaca e ajuda Gilda em julgamento em troca de dinheiro em 'Amor Perfeito'; saiba quem

Amor Perfeito: Aliada de Marê vira casaca e depõe a favor de Gilda - Reprodução/TV Globo
Amor Perfeito: Aliada de Marê vira casaca e depõe a favor de Gilda - Reprodução/TV Globo

Marê (Camila Queiroz) sofrerá mais uma decepção em Amor Perfeito. A mocinha perderá mais uma aliada com os jogos de Gilda (Mariana Ximenes) e vê a situação piorar no julgamento da morte de Leonel (Paulo Gorgulho). Marê estará confiante após Julio (Daniel Rangel) convencer Benedita (Geovanna Zampenini) a contar toda história sobre o envolvimento de seu marido no assassinato do pai de Marê.

Em cenas previstas para o próximo sábado (12), Julio se encontrará com a viúva de Ronaldo (Breno Di Filipo) para saber se ela tem mais informações sobre a noite do assassinato. O jardineiro foi um dos funcionários que Gilda subornou para que incriminassem Marê pela morte de Leonel. Meses depois, Ronaldo foi assassinado como queima de arquivo.

Para convencer Benedita, Julio revelará a verdade sobre a morte do jardineiro. "A morte do meu marido foi encomendada? Meu Deus do céu! Eu sempre estranhei o Ronaldo ter recebido aquela dinheirama toda da dona Gilda quando ele deixou o hotel, era muito mais do que ele teria direito", reagirá a viúva.

"Ele recebeu esse dinheiro pra testemunhar contra a Marê. O seo Ronaldo foi assassinado logo depois que o primeiro julgamento da Marê foi anulado. A Gilda sabia que o seu marido seria chamado a depor novamente e teve medo que ele contasse a verdade dessa vez", explicará o advogado.

Desabafando, Benedita releva que suspeitava sobre a história do marido. "No fundo, eu sabia que tinha uma coisa errada, mas quando eu perguntava pro Ronaldo, ele sempre cortava o assunto. Claro que só podia ser isso. Ele ganhou aquele dinheiro depois de dizer que encontrou a arma do crime, mais um brinco da dona Maria Elisa, no jardim no hotel", confessará.

Assim, a viúva concorda em depor a favor de Marê e dá grandes esperanças para a mocinha e seus aliados. No entanto, tudo muda quando chega o dia do julgamento. Na frente do júri, Benedita mudará a história e indica que Marê matou o próprio pai. "O Ronaldo me contou que escutou os tiros, e logo depois viu a filha do patrão enterrar o revólver no jardim do Grande Hotel e fugir", começará a viúva.

"Na véspera do crime, a dona Marê procurou o meu Ronaldo para encomendar a morte do seo Leonel. Ela ofereceu um dinheirão pro Ronaldo. Ele até aceitou no começo, mas depois fraquejou e voltou atrás. Ele não era um assassino... Daí a dona Marê ameaçou demitir o Ronaldo e disse que ela mesma ia dar conta do pai", mentirá em seguida. Logo após o depoimento, Benedita aparece recebendo uma grande quantia de Gilda, mostrando que ela também cedeu às ofertas da megera.

LEONEL VOLTA DOS MORTOS EM APARIÇÃO SURPREENDENTE

O processo de Marê (Camila Queiroz) irá trazer o retorno de um personagem essencial em Amor Perfeito. Sendo acusada de matar o próprio pai, Marê conta com a ajuda de Julio (Daniel Rangel) para ser inocentada da armação criada por Gilda (Mariana Ximenes). Por isso, o advogado tenta entender o que aconteceu na noite em que Leonel (Paulo Gorgulho) foi baleado.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!