Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

“É a realização de um sonho”, desabafa Otaviano Costa

Apresentador lançou hoje seu primeiro programa solo, o Tá Brincando, que estreia em janeiro

Priscilla Jucá Publicado em 21/11/2018, às 15h31 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Otávio espera que o público curta muito o Tá Brincando - Priscilla Jucá
Otávio espera que o público curta muito o Tá Brincando - Priscilla Jucá

Apesar de só estrear em janeiro, a Globo realizou hoje (terça 21) o lançamento do Tá Brincando, programa solo de Otaviano Costa, que será exibido nas tardes de sábado. Com direção geral de Adriano Ricco e roteiro final de Raquel Affonso, o game é um grande show de talentos e receberá atrações nacionais e internacionais, de todas as idades! O objetivo do Tá Brincando é fazer uma interação entre gerações através de jogos, desafios, quadros divertidos e histórias emocionantes. “Não gosto de dizer que esse é o meu melhor momento, porque acho injusto com tudo o que vivi. Mas é um baita momento sim”, comemora o apresentador. “Aqui sou eu, Otaviano com botão totalmente desligados. O Tá Brincando é o meu jeito, de ser, de viver a vida”, completa o mato-grossense, de 45 anos.

No lançamento, Otaviano recebeu convidados especiais para celebrar a sua alegria, como Joaquim Lopes, amigo dos tempos do Video Show, que apareceu para desejar sorte, além de Ubiraci da Costa (Biriba), Gislaine Castro, Rui Chapéu, Edinho e Arthur Xexéu. A cada episódio, um Super Time será formado por cinco pessoas na faixa dos 60 anos e que são reconhecidas em suas áreas de atuação, como esportes, música e televisão. Três deles são desafiados pelos participantes. O time varia a cada programa, e as provas são de acordo com as especialidades dos convidados. “Escolhemos para compor o Super Time pessoas que se destacaram em diferentes esportes, que têm em sua história uma carreira brilhante, venceram competições e ganharam medalhas ao longo da vida. Também teremos outras especialidades, como música e televisão”, explica Raquel Affonso. É um mix de tudo nesse palco. “É a realização de um sonho. O Tá Brincando é um programa que engloba tudo que eu acredito: é popular, bonito, tem um palco excepcional, plateia, além de ter como diferencial a inspiração”, conta Otaviano.

Conheça os participantes do Super Time:

Sidney Magal, 68 anos – Completou 50 anos de carreira na música. Nascido em uma família de artistas, Sidney Magal começou cantando em casas noturnas. Nos anos 1970, ficou conhecido pelo ritmo romântico e sensual de suas músicas.

Artur Xexéo, 67 anos – Jornalista cultural, trabalha no jornal O Globo desde 2000 e atualmente é comentarista no programa Estúdio i, da GloboNews. Além do trabalho como repórter e colunista, é também tradutor e roteirista teatral.

Hortência Macari, 59 anos – Um dos principais nomes do basquete feminino do Brasil. Começou a carreira em 1973 jogando no São Caetano. Fez parte da Seleção Brasileira por quase 20 anos, onde ficou conhecida nacional e internacionalmente.

Bernard, 61 anos – Estreou aos 17 anos na seleção brasileira masculina de vôlei e participou de três Jogos Olímpicos: Montreal (1976), Moscou (1980) e Los Angeles (1984). Na década de 1980 ficou conhecido por ter inventado o saque Jornada nas Estrelas. 

Edinho, 63 anos – Ex-jogador e ex-treinador de futebol. Na década de 1970, fez parte do Fluminense quando o time ficou conhecido como Máquina Tricolor. 

Reginaldo Leme, 60 anos – Jornalista esportivo, trabalha desde 1972 em coberturas de Fórmula 1. Além do automobilismo, participou como jornalista de três Copas do Mundo.

Marcel, 61 anos – Começou a jogar basquete aos cinco anos, e aos 16 entrou na seleção brasileira. Participou de quatro Jogos Olímpicos: Moscou (1980), Los Angeles (1984), Seul (1988) e Barcelona (1992).

Rui Chapéu, 78 anos – Estreou no bilhar aos 12 anos. Cinco anos mais tarde, já ganhava de todos na cidade onde vivia. Interrompeu a carreira na sinuca por alguns anos e, aos 34, voltou a jogar vencendo todos os seus desafiantes. Atualmente se apresenta pelo Brasil mostrando seu talento na mesa de sinuca.

Ubiraci da Costa, 73 anos – Conhecido como Biriba, é considerado o maior nome do tênis de mesa brasileiro. Contabiliza mais de 400 medalhas e 200 troféus ao longo da carreira.

Emiko Takatatsu, 74 anos – Jogadora de tênis de mesa, já ganhou ao longo da carreira mais de 500 medalhas em competições do esporte.

Patrícia Medrado, 62 anos – Ex-tenista profissional, Patrícia conquistou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de 1975, no México, e alcançou o feito de estar entre as dez melhores duplistas do mundo.

Hedla Lopes, 60 anos – Triatleta. Entre outros títulos, foi campeã Olímpica Master nos 800m livre na Dinamarca em 1989, e campeã e recordista Latino-Americano e do Caribe de Master de Natação em 1999. Aos 45 anos, aprendeu a andar de bicicleta, quando entrou para o triátlon.

Adelia Almeida, 63 anos – Joga dardo desde 1984 e já foi campeã em diversas competições, como o Open Rio em 1990.

Gislaine Castro, 62 anos – Começou a praticar o Cross Fit aos 58 anos. Este ano, ficou em primeiro lugar entre os sul-americanos no campeonato mundial da modalidade em sua categoria.

Waldemar Trombetta, 64 anos – Trombetinha, como é conhecido, começou a remar aos 19 anos. Já participou dos Jogos Olímpicos de Munique (1972) e Seul (1988), além de dois Pan-Americanos.

Servílio, 70 anos – Foi o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha olímpica no boxe. Iniciou na modalidade em 1960, aos 12 anos, após ver o ídolo Éder Jofre como campeão mundial de boxe.

Roberto Carvalho, 73 anos – Como fisiculturista, ganhou seu primeiro título na modalidade em 1973. Já disputou campeonatos na Colômbia, no Peru e no Texas.

Os quadros

Os Impressionantes – Gravado em locações externas, apresenta três personagens que estão na maturidade e levam uma vida aparentemente pacata. Otaviano Costa acompanha o dia dos personagens sem saber quais são os hobbies dos entrevistados. Ao final da conversa, o apresentador é levado para praticar atividades com muita adrenalina com os convidados.

Valeu a pena – O quadro apresenta personagens que estão afastados de atividades que fizeram parte de suas vidas durante muitos anos por conta da idade. O apresentador faz uma homenagem ao levá-los para reviver o passado.

Tá todo mundo brincando – Otaviano Costa empresta o palco do programa para um grande show de talentos com atrações de todas as idades de diferentes partes do mundo.