Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / SOLTOU O VERBO

Viúva de MC Kevin recebe críticas por usar cropped em audiência e rebate: "Mulher independente incomoda"

A advogada Deolane Bezzerra ficou muito irritada com alguns comentários que recebeu e soltou o verbo

Redação Contigo! Publicado em 02/09/2021, às 18h32

Viúva de MC Kevin recebe críticas por usar cropped em audiência e rebate: "Mulher independente incomoda" - Reprodução/Instagram
Viúva de MC Kevin recebe críticas por usar cropped em audiência e rebate: "Mulher independente incomoda" - Reprodução/Instagram

Deolane Bezerra, a viúva do MC Kevin, foi criticada nas redes sociais ao surgir usando um top cropped por baixo de uma toga.

"Por baixo da beca existe uma pessoa normal, com muitos defeitos, mas que luta todos os dias para se tornar uma mulher melhor!", escreveu ela na legenda do clique. 

Porém, alguns internautas não aprovaram a vestimenta para a ocasião e criticaram. 

"Meu deus, a Deolane de cropped em uma audiência jurídica, isso é o fim do profissionalismo, tem roupa para cada ocasião né. Estou chocada", falou uma usuária do Twitter. "Tô morrendo com a Deolane de cropped em uma audiência. Enfim certeza que esqueceu a existência de dress code", escreveu outra internauta.

"Mundo está perdidinho né, Deolane coloca cropped em audiência virtual e tem gente defendendo, sem senso que nem ela", criticou mais uma. 

Após as críticas, a advogada se pronunciou e afirmou que a juíza não se incomodou com a sua roupa.

“Uma mulher independente incomoda muita gente. Uma mulher que não liga para porr* nenhuma incomoda muito mais. Aí, gente, estão me cancelando porque usei um cropped por baixo da beca. O escritório é meu. O cliente é meu. A juíza não reclamou. E eu estava de beca por cima. Imagina se fosse só de cropped? Vocês não me ajudam, né? Um beijo para quem me ama e dois para quem me odeia".

FALOU TUDO

Viúva de MC Kevin, a Deolane Bezerra, usou as redes sociais para se manifestar na manhã desta segunda-feira (23) sobre a queixa-crime feita por MC VK contra o cantor português Fernando Dimmy Junior, suposta testemunha sobre o caso do funkeiro.

Conforme um documento exclusivo adquirido pelo UOL, a Polícia Civil do Rio de Janeiro confirmou que o estrangeiro nunca esteve hospedado no hotel ao lado de onde Kevin morreu, como ele havia contado em entrevista a Roberto Cabrini, há três semanas. De acordo com o veículo, não há registros de documentação, nem de imagens nas câmeras de segurança que atestam a presença do português no local.