Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / CRUEL

Testemunha desmente Daniel Alves nas primeiras horas de depoimento: "Nojenta"

Testemunha desmente Daniel Alves durante primeiro dia do julgamento contra o brasileiro por estupro na Espanha; atleta está preso desde o ano passado

Gabriel Motta

por Gabriel Motta

jpae_colab@caras.com.br

Publicado em 05/02/2024, às 16h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Daniel Alves foi desmentido por uma testemunha durante julgamento na espanha - Reprodução/Instagram
Daniel Alves foi desmentido por uma testemunha durante julgamento na espanha - Reprodução/Instagram

Nesta segunda-feira (5), aconteceu o primeiro dia do julgamento de Daniel Alves, acusando de estuprar uma mulher em uma boate de Barcelona em 2022. Detido desde 20 de janeiro de 2023, na Espanha, ele foi desmentido por testemunhas que relembraram o momento desesperador vivido pela mulher violentada por ele.

Além da vítima, a amiga e a prima da jovem, que a acompanhavam na noite de 30 de dezembro de 2022, também testemunharam, além de funcionários da boate Sutton. O brasileiro chegou à Audiência de Barcelona, palácio da Justiça no centro da cidade, por volta das 10h (6h em Brasília). Ele seria o primeiro a falar, mas teve seu depoimento transferido para a quarta-feira (7).

No depoimento, a amiga da vítima caiu no choro ao detalhar os momentos aterrorizantes que viveu naquela noite. "Fomos jantar na minha casa e depois fomos para a zona de Tusset, para o [bar] Duplex, onde nos dão um desconto para entrar na Sutton antes das 2h. Estávamos dançando na parte geral da boate e, em frente, na mesma altura, fica a área VIP. Dois ou três mexicanos desceram e perguntaram se queríamos ir com eles para lá. Nós concordamos e fomos com eles", começou ela.

"Na área VIP, estava esse homem [Daniel Alves] de pé", continuou ela, detalhando o que foi feito pelo brasileiro: "Ele teve uma atitude nojenta, colocou a mão nas minhas costas e quase tocou na minha bunda. Minha amiga disse 'ele tocou minha vagina'".

"Ela me disse: 'Ele ejaculou dentro, me machucou muito'. Eu a conheço desde os três anos e nunca a vi chorar daquele jeito. Nós três choramos, eu não sabia como reagir naquele momento", contou a prima da jovem.

Ela também destacou que a atitude do jogador não foi consensual: "Ela não quis, não, não, não". Ela também detalhou o que aconteceu no banheiro do clube: "Ele a agarrou e a jogou no chão e disse algo como 'você é minha putinha'".

NEYMAR AJUDOU DANIEL ALVES

O jogador de futebol Neymar Jr. tomou uma atitude bem radical em relação ao ex-colega de seleção Daniel Alves. Ele gastou R$ 800 mil para ajudar o atleta, preso sob acusação de estupro na Espanha.

De acordo com o UOL, uma doação partiu do pai de Neymar, para pagar uma multa astronômica: €$ 150 mil, equivalentes a R$ 800 mil. O pagamento pode reduzir a pena que o acusado enfrentará se for condenado, no chamado atenuante de reparação de dano causado.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!