Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Klara Castanho faz primeira publicação após revelar abuso sexual: “Dias não foram fáceis”

Mais de 10 dias após relato comovente, Klara Castanho faz primeira publicação e agradece seguidores

Redação Contigo! Publicado em 06/07/2022, às 20h26

Klara Castanho faz primeira publicação após revelar abuso sexual - Instagram
Klara Castanho faz primeira publicação após revelar abuso sexual - Instagram

A atriz Klara Castanho fez sua primeira publicação nesta quarta-feira (06), após contar ao mundo que foi vítima de um abuso sexual. Nas redes sociais, a artista compartilhou um clique de uma linda paisagem e revelou como estão seus sentimentos após o ocorrido.

Sincera, a jovem de 21 anos contou que está fazendo tratamento psicológico para processar o trauma que sofreu. Cheia de gratidão pelas mensagens de carinho que recebeu de amigos e fãs, ela agradeceu o apoio e disse que está tentando ‘preservar os seus direitos’.

“Os últimos dias não foram fáceis, mas eu queria vir aqui para agradecer por cada palavra de amor, de afeto e de acolhimento que eu recebi e venho recebendo. Todo esse carinho tem sido muito importante para mim e eu precisava dividir a minha gratidão com vocês”, iniciou ela.

“Obrigada do fundo do meu coração. Eu sei que muitos de vocês estão preocupados comigo, mas quero dizer que estou me cuidando, fazendo acompanhamento psicológico e sigo cercada de profissionais que estão trabalhando para a preservação dos meus direitos”, explicou a artista.

Ela ainda aproveitou o momento para agradecer o apoio dos familiares: “Quero agradecer a minha família, aos meus amigos, aos meus colegas de profissão, aos fãs que me acompanham e, também, a imprensa séria e responsável, que vem me respeitando durante esse momento”, finalizou.

Veja:

INVESTIGAÇÕES 

O Hospital Brasil, que atendeu a atriz Klara Castanho no acompanhando de seu parto, negou ao Conselho de Enfermagem de São Paulo o acesso ao prontuário da atriz. Sem as informações, o Coren não vai conseguir investigar os profissionais responsáveis pelo vazamento das informações confidenciais sobre a vida da atriz. 

Em sua decisão, o hospital teria alegado que só poderia fornecer as informações com autorização da paciente, algo que ainda não aconteceu. Essa é uma determinação do Conselho Federal de Medicina e está de acordo com os princípios éticos da classe.