Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / No Fofocalizando

Gugu Liberato e Rose Miriam assinaram contrato de coparentalidade, revela programa de TV

Contrato assinado por Rose e Gugu causa nova reviravolta no caso

Redação Contigo! Publicado em 03/02/2020, às 14h35 - Atualizado às 14h37

Gugu Liberato e Rose Miriam assinaram contrato de coparentalidade - Reprodução/AgNews
Gugu Liberato e Rose Miriam assinaram contrato de coparentalidade - Reprodução/AgNews

Novidades sobre o caso envolvendo o espólio de Gugu Liberato se tornam públicas nesta segunda, 3.

Segundo informações do programa Fofocalizando, o apresentador e Rose Miriam di Matteo tem um contrato de coparentalidade.

Incomum no Brasil, este tipo de união acontece há pelo menos 40 anos nos Estados Unidos. 

Pelo contrato, pai e mãe deixam claro que parceria é unicamente para a criação dos filhos e sem qualquer reação conjugal.

No programa, Leão Lobo confirmou a existência do papel que atesta que os dois nunca foram marido e mulher. "A Rose nunca foi esposa do Gugu. Tem um contrato que eles fizeram em 2011. Pessoas podem assinar esse contrato, homem e mulher, qualquer sexo pode assinar", contou.

"Ninguém tá questionado a Rose, o desejo do Gugu foi escrito no testamento e merece ser respeitado", afirmou ele. 

REVELAÇÕES DA MÃE DE GUGU

A mãe do apresentador Gugu Liberato, Maria do Céu, deu uma entrevista reveladora. Neste domingo, 2, ela conversou com a equipe do Fantástico, da TV Globo, e contou detalhes sobre a disputa judicial pela herança de Gugu - estima-se que o valor dos bens se aproxime de R$ 1 bilhão.

Pelo testamento, Gugu deixou 75% para os filhos e o restante ficou entre os sobrinhos. Ainda pelo testamento, Aparecida Liberato ficou responsável pela divisão dos bens.

Nas últimas semanas, advogados de Rose Miriam entraram na justiça pedindo metade de todos os bens. No momento da leitura do documento ela teria concordado com os termos. Na entrevista, a mãe do apresentador diz que ela não tem direito porque os dois não tiveram uma união estável. "Ela nunca teve nada com ele, nunca tivera, viviam completamente separados. Eu afirmo, eu juro, eu falo porque eu sei", disse ela. "Tudo o que ela pedia, ele dava. Ela tem uma bela de uma casa, tinha dinheiro para ela fazer o que ela queria", acrescentou Maria do Céu.