Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO

Fernanda Lima emociona em desabafo e lamenta 2 anos sem o pai: "Não me acostumei"

Fernanda Lima emociona seguidores na web com desabafo tocante sobre saudade que sente de seu pai 2 anos após sua morte

Redação Contigo! Publicado em 18/07/2022, às 15h29

Fernanda Lima desabafou sobre a saudade que sente do pai após dois anos de sua morte - Reprodução/Instagram
Fernanda Lima desabafou sobre a saudade que sente do pai após dois anos de sua morte - Reprodução/Instagram

Na manhã desta segunda-feira (18), Fernanda Lima surgiu nas redes sociais para falar sobre a saudade que sente do pai, Cleomar Lima, que faleceu há dois anos vítima da covid-19. No vídeo publicado pela artista, ela aparece sentada ao lado do progenitor na cama após passar um dia feliz ao seu lado.

"Dois anos sem pai. Achei esse vídeo de quando eu estava grávida de Maria e ele foi pra SP me ver. Nessa noite voltamos pra casa às 3 da manhã depois de irmos no CEAGESP comprar plantas. Enquanto eu andava pelos corredores, ele ia sentando ao lado dos trabalhadores e perguntando a história de um e de outro", iniciou a apresentadora.

Em seguida, a comunicadora explicou ainda não ter se acostumado com a ausência do pai em sua vida. Fernanda Lima frisou sobre o colo amigo que recebia do veterano, emocionando seus seguidores. 

"Ainda não me acostumei com essa falta. Com a falta do sorriso. Das ligações diárias... com a falta do carinho eterno. Eu podia fazer as piores coisas. Sempre acolhida. Aprendi no amor, no olhar, com diálogo, compreensão. Sempre, desde sempre. Nesses dois anos ele deixou de interagir com situações que vibraria muito. Não conheceu o oitavo neto. Por aqui sigo vendo poesia em quase tudo. A infância é um chão que a gente sempre pisa (alguém disse, quem foi mesmo?) Apesar de tudo, a vida segue bem. Dois anos sem meu véio amado", completou a famosa.

LUANA PIOVANI EXPÕE REJEIÇÃO A FAZER NOVELAS NO BRASIL

A atriz Luana Piovani fez um desabafo sincero nas redes sociais sobre a estreia nas novelas portuguesas nesta segunda-feira (18). Feliz da vida, ela revelou que passou a vida rejeitando a ideia de fazer folhetins no Brasil.

"A vida toda fugi das novelas no Brasil e minha mãe sempre quis que eu as fizesse. Torcia para que eu assinasse contrato longo e me achava uma 'doida' em não querer o que a classe toda (tô exagerando, vai, uns 80% dos artistas) desejava", contou.