Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Carol Nakamura desabafa sobre decisão do filho voltar pra mãe biológica: “Triste”

Carol Nakamura desabafa sobre decisão de Wallace e diz que muitas vezes se perguntou se cometeu algum erro

Redação Contigo! Publicado em 31/05/2022, às 15h44

Carol Nakamura desabafa sobre decisão do filho voltar pra mãe biológica - Instagram
Carol Nakamura desabafa sobre decisão do filho voltar pra mãe biológica - Instagram

A atriz Carol Nakamura usou as redes sociais nesta terça-feira (31) para desabafar sobre a decisão do filho adotivo, Wallace, de 12 anos, em voltar a morar com a mãe biológica, após três anos vivendo com ela e com o companheiro, Guilherme Leonel.

A artista disse que muitas vezes se perguntou onde foi que errou para que tudo isso acontecesse e pediu para os seguidores não tocarem mais nesse assunto, pois todas as vezes que ela precisa explicar o que aconteceu, revive a dor do ocorrido.

“Sempre foi muito amado e ele tem consciência disso. Ele tem uma mãe biológica. Uma criança que cresce sem regra, é muito difícil… Por mais que você mostre os benefícios da educação, alfabetização, ter uma família, casa, oportunidades, o que ele não tinha antes, é complicado e decepcionante. Não estava acreditando que isso ia acontecer”, iniciou.

“Tive que respeitar a vontade dele. Wallace estava safado. Ele já tinha entendido que eu não tinha a guarda dele. Se a gente brigasse ou colocasse de castigo, ou chamasse a atenção, ele queria ir para a casa da mãe. E se a mãe fizesse o mesmo, ele vinha para cá. E nisso, faltando na aula. Não tem outra palavra, ele estava sem vergonha. A gente sempre sentou e conversou demais, mas infelizmente, foi isso. Já chorei, fiquei sem entender, mas não adianta. O que me resta é aceitar. É um assunto que me incomoda muito. Fiquei me perguntando: onde errei, o que fiz de errado?”, questionou.

Carol Nakamura disse ainda que não irá dar entrevista sobre o assunto, pois é algo muito deliciado e ela ainda não se sente pronta para falar: “Eu amo o Wallace, mas ele tem 12 anos. Perante a Justiça, a palavra dele já vale. Não tenho a guarda dele. Me prometeram várias vezes e não me deram. Eu tinha acabado de renovar a lista de material, fiz ele escolher os cadernos. Quando eu era mais nova, não tinha grana, era tudo muito básico. Deixei ele escolher tudo e foi isso… Comprei uniforme… É triste.”, comentou.

DESABAFO DO PAI

Guilherme Leoneltambém desabafou sobre a decisão do menino. Ele lamentou a situação, mas disse que é preciso respeitar a vontade da criança. Sincero, ele disse que essa dificuldade de adaptação foi fundamental na decisão do pequeno. 

"Depois de viver nove anos, sem sequer conhecer nenhuma das palavras mencionadas acima. Sem saber ler, escrever. Mas, o que prezamos é a felicidade dele, mesmo sabendo que dificilmente terá um futuro. Porém, oramos e pedimos com muita fé a Deus, para que ele se encontre, e seja um bom menino, dedicado, estudioso, esforçado… e carregue consigo os ensinamentos que passamos todos os dias que tivemos juntos", contou.