Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / PERMITIDO

Boninho não furou a fila: entidade explica porque diretor pode se vacinar como comorbidade: "Decisão do município"

Entidade explicou que decisão da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro permitiu que ele se vacinasse; veja

Redação Contigo! Publicado em 02/06/2021, às 08h28

Boninho não furou a fila: entidade explica decisão que permitiu ao diretor se vacinar como prioritário: "Decisão do município" - Reprodução/TV Globo
Boninho não furou a fila: entidade explica decisão que permitiu ao diretor se vacinar como prioritário: "Decisão do município" - Reprodução/TV Globo

O diretor Boninho deixou os fãs intrigados nas redes sociais ao contar que já se vacinou contra a Covid-19 em um posto de vacinação do Rio de Janeiro.

"Sim (já tomei). Sou bariátrico. Primeira dose", declarou ele para os fãs.

A justificativa do diretor da TV Globo pegou alguns fãs de surpresa que questionaram se ele poderia ou não ter tomado a vacina. A dúvida surgiu porque inicialmente o imunizante só seria liberado para obesos.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica então emitiu uma nota oficial e disse que essa inclusão aconteceu apenas no Rio de Janeiro como uma decisão da Secretaria Municipal de Saúde.

"A decisão do Município do Rio de Janeiro de incluir os pacientes bariátricos operados foi uma decisão individualizada da Secretaria Municipal de Saúde deste Município. A cirurgia bariátrica não é fator de comprometimento da imunidade. A SBCBM no caso do Rio de Janeiro apenas disponibilizou o aplicativo do Barilife como documento comprobatório do paciente operado afim de facilitar o bom andamento do trabalho dos profissionais envolvidos no tratamento do paciente operado. Orientamos que nossos membros sigam rigorosamente as orientações do PNI [Plano Nacional de Imunização]", diz Fábio Viegas, da SBCBM, que assina a nota.

Veja: 

DESABAFO

No último domingo (30), Rodrigo Sant'annaaproveitou sua recuperação da Covid-19 e foi às redes sociais para detonar as ações de Jair Bolsonaro durante a pandemia.

"Sinto falta de um chefe da nossa nação. Diante disso tudo que esta acontecendo, o único chefe que eu pude recorrer foi o espiritual. A nossa nação está completamente perdida", disparou ele em um vídeo compartilhado nas redes sociais.