Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / POLÊMICA

Bárbara Evans solta os cachorros após web relacionar morte de embrião com vacina da Covid-19: "P*ta falta de respeito"

Usuário espalhou uma fake news dizendo que a modelo perdeu o bebê por tomar o imunizante e ela ameaçou processar o perfil

Redação Contigo! Publicado em 17/09/2021, às 15h49

Bárbara Evans solta os cachorros após web assimilar morte de embrião com vacina da Covid-19: "P*ta falta de respeito" - Reprodução/Instagram
Bárbara Evans solta os cachorros após web assimilar morte de embrião com vacina da Covid-19: "P*ta falta de respeito" - Reprodução/Instagram

Bárbara Evans surgiu soltando os cachorros na web nesta sexta-feira (17). 

Isso porque a modelo, que acabou de vivenciar a morte de um dos embriões que estava gerando, leu uma notícia falsa dizendo que ela perdeu o bebê por tomar a vacina da Covid-19. 

Indignadíssima com a publicação, ela surgiu furiosa em seu Stories do Instagram e disse que irá processar o usuário que repercutiu a fake news. Ela também aproveitou o momento para rebater críticas por estar fazendo 'publis' mesmo após anunciar a perda da criança. 

"Ninguém tem direito de falar da minha vida, principalmente fake news. Ele [o usuário] quer dizer que perdi meu bebê porque tomei a vacina de coronavírus. Quando eu tomei, não estava grávida, e mesmo se eu estivesse grávida, eu tomaria. Sou a favor da vacina. Não existe ninguém no mundo para falar o que posso e não posso", disse ela irritada

"Ele está usando a dor da família para ganhar mídia. Já mandei para o meu advogado. Tirei print de tudo o que ele fez. Peço que vocês denunciem essa página que fala mal da vacina, fala mal de tudo, sem noção do que estamos passando. Uma p*ta falta de respeito".

Sobre as publicações de publicidade que tem feito mesmo após a perda dolorosa, Bárbara disse:  "Eu tenho que trabalhar. Vocês vão pagar minhas contas? Me deixem trabalhar. Eu estou bem, eu aceitei, eu tenho Deus no meu coração. Ele me preparou para qualquer notícia".

"Não vem vocês me falando que é culpa da vacina, que eu matei meu filho. Vão procurar o que fazer! Deixem as pessoas! Parem de massacrar as pessoas até em um momento difícil. Sejam humanos! Eu tenho que trabalhar. Eu tenho um filho dentro da minha barriga, eu tenho que sustentar ele. Tenho que fazer um quarto, comprar tudo. Tomem noção das coisas!"

"Insinuaram que perdi o bebê porque tomei vacina. Não me conformo, não sei como a sociedade vai acabar. As pessoas querem ver morte mesmo. Parece que estou fora do lugar que deveria estar. Não é possível. Não respeitam isso, é surreal", finalizou.

EITA

Bárbara Evansperdeu a paciência durante a noite desta quinta-feira (16) após seguidores especularem que a morte de um dos embriões de sua gestação não evoluiu porque a notícia da gravidez foi dada antes dos três primeiros meses.

A recomendação de parte dos ginecologistas e obstetras é de que a mulher espere ao menos 12 semanas, ou seja, três meses, para contar sobre a gravidez porque neste período existe chances de um aborto natural.