Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SUSTO

Ator de ‘Zorra Total’ é sequestrado e mantido em cativeiro: “Queimaram meu carro”

Heitor Martins, o Pit Bitoca de ‘Zorra Total’ é sequestrado e passa cinco dias em posse dos criminosos

Redação Contigo! Publicado em 21/07/2022, às 18h12

Ator de ‘Zorra Total’ é sequestrado e mantido em cativeiro: “Queimaram meu carro” - Instagram/Reprodução/Divulgação
Ator de ‘Zorra Total’ é sequestrado e mantido em cativeiro: “Queimaram meu carro” - Instagram/Reprodução/Divulgação

Grande sucesso em Zorra Total com o personagem Pit Bitoca, o humorista Heitor Martins, 52 anos, viveu um verdadeiro terror na última semana, após ser sequestrado e ficar em cárcere privado por cinco dias.

A situação foi exposta pelo próprio artista, que usou as redes sociais para contar que somente nesta quarta-feira (20) foi liberado do local onde ficou. Em uma sequência de vídeos, ele contou que teve a casa roubado e o seu veículo queimado.

“Aconteceu uma coisa comigo nesse final de semana. Eu fui sequestrado, fiquei cinco dias em cativeiro, inclusive queimaram meu carro, roubaram minha casa, mas graças a Deus, estou bem, estou vivo e mais forte agora, com todo esse carinho de vocês. Então, tudo tranquilo, graças a Deus. Estou vivo, saiu tudo bem. Foi o material, mas a vida vale muito mais que essas coisas todas”, disse ele.

Segundo informações do Splash, o Boletim de Ocorrência dá conta que o comediante foi até a cidade de São José dos Campos, após marcar um encontro por um aplicativo de namoro, ao chegar no local, no entanto, ele foi abordado por quatro homens, que o sequestraram.

No depoimento, Heitor explica que durante a ação, ele foi obrigado a passar as senhas do seu cartão do banco e entregar as chaves de sua casa, em Taubaté que em seguida foi invadida pelos bandidos. O veículo incendiado pelos criminosos foi encontrado próximo do local do cativeiro.

NÃO FOI BEM ASSIM

Apesar do que diz o boletim obtido pelo Splash, a vítima nega que o encontro tenha sido uma emboscada. Ele revela que realmente foi encontrar uma moça na cidade, mas que foi abordado antes de chegar ao local em que iria conhecer a mulher em questão.

“Não teve golpe do Tinder. Estão criando coisas na cabeça. Eu fui a São José dos Campos ao encontro de uma moça do Tinder. Aí fui pego lá e nem acabei encontrando a moça. Foi só. [...] Não é golpe”, disse ele, revelando ainda que já conheceu outras pessoas no aplicativo: “Pode ter gente ruim lá? Pode, claro. Mas eu não sei dizer para vocês. Fui pego antes, fiquei em cárcere privado. [...] Eu fui solto ontem e até agora não consegui dormir”, afirmou o humorista.