Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Exclusivas / ALERTA PERRENGUE

Eliminados do 'BBB24' ficam na mão da Globo e sofrem com negociações

Os ex-participantes do 'BBB24', confinamento milionário da Globo, estão enfrentando alguns empecilhos. Saiba com exclusividade o que está rolando

Adriel Marques

por Adriel Marques

amarques_colab@perfilbr.com.br

Publicado em 25/01/2024, às 16h10 - Atualizado em 26/01/2024, às 15h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Nizam Hayek e Maycon Cosmer no 'BBB24'
Nizam Hayek e Maycon Cosmer no 'BBB24'

Se você pensa que tudo são flores após a eliminação da casa mais vigiada do Brasil, está enganado. Os eliminados do BBB24 estão literalmente na mão da Globo e sofrendo com as negociações. Quer entender melhor essa história? Em primeira mão a Contigo! te conta. É hora de saber o que Maycon Cosmer, Thalyta Alves, Lucas Pizane, Nizam HayekVinicius Rodrigues estão enfrentando fora do confinamento com famosos e anônimos.

O contrato da Globo para a atual temporada do Big Brother Brasil, sob o comando de Tadeu Schmidt, seria completamente diferente das edições anteriores. Segundo fontes, ex-participantes da competição milionária, estariam interessados em curtir o Carnaval do Rio de Janeiro e estão encontrando dificuldades. O motivo? O veículo de comunicação teria impedido os ex-brothers de fecharem publicidade com companhias aéreas e parcerias com agências de viagens.

Leia também: Cariúcha abre o jogo sobre suposto bate-boca com Léo Dias e verdade vem à tona

A divulgação só pode ser feita caso seja com o patrocinador oficial do BBB: LATAM Airlines. Os eliminados do game estariam proibidos de fechar contrato com empresas concorrentes do mesmo segmento. Outra curiosidade é que os ex-integrantes do Pipoca não estão conseguindo hotéis como permuta: "Esse ano está muito pesado!", disse uma pessoa ligada à um dos ex-confinados.

Os administradores já foram avisados sobre as marcas que estão investindo no Big Brother: Mercado Livre, Stone, Sara, Amstel, P&G (Downy), GM, Rexona, Esportes da Sorte, iFood, P&G (Pantene), McDonald's, Hypera (Engov), Ademicon, CIF, Latam, Oi, Electrolux, Kwai, Delícia, Nestlé, Pepsi, Kibon, Estácio e Ajinomoto. Quem se despedir do jogo precisa ligar o alerta, não existe autorização para fechar contratos com marcas que entrem em conflito com as mencionadas anteriormente. Procuramos a assessoria da TV Globo para maiores esclarecimentos e até o momento não obtivemos resposta. O espaço segue aberto para um posicionamento.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!