Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Carnaval

Tapa-sexo, tombos, sangue: relembre os perrengues das musas no Carnaval

Essas musas passaram por sufoco ao desfilar na avenida; relembre

Redação Contigo! Publicado em 25/02/2019, às 15h02 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Sabrina Boeing Boeing, Ana Hickmann e Mirella Santos - Divulgação/Reprodução
Sabrina Boeing Boeing, Ana Hickmann e Mirella Santos - Divulgação/Reprodução

Além da beleza e do glamour dos grandiosos desfiles de escola de samba, o Carnaval também reserva vários momentos de dor e constrangimento — ou seja, o famoso perrengue. Por má sorte, algumas musas que encantam a folia já tiveram experiências, no mínimo, desagradáveis na avenida.Como o Carnaval ambém é feito de imprevistos, reunimos aqui alguns momentos de aperto... ainda bem que não foi com a gente: 

1 - Em 2017, ao desfilar para a Grande Rio, Thaila Ayala sofreu poucas e boas. A atriz teve que passar pela Sapucaí sob forte chuva e, por isso, quase se machucou feio durante a sua apresentação. "Torci meu pé duas vezes só no caminho na concentração. No final eu passei muito mal, cai no chão, fiquei uns 15 minutos no chão", contou ela em video no Stories do Instagram.

2 - No Carnaval de 2016, Ju Isen foi expulsa da apresentação da Unidos do Peruche. Isso porque, no meio do desfile no Anhembi, ela decidiu se despir de sua fantasia e portar apenas um tapa-sexo, que fazia referência ao Impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

3 - Sabrina Boing Boing assustou aos espectadores do desfile da Acadêmicos do Tatuapé, em 2017. Após aparecer toda ensanguentada, a modelo revelou que o adereço machucou a sua testa e, por isso, teve que levar dois pontos para estancar o ferimento.

4 - Outra vítima do tapa-sexo foi a musa Sabrina Sato. Em 2014, a apresentadora quase mostrou demais ao desfilar como rainha de bateria da Vila Isabel, quando o adereço saiu do lugar e ficou à mostra embaixo de um maiô que ela usava.

5- Ana Hickmann também sofreu muito com o chão úmido da Marquês de Sapucaí. Durante desfile da Grande Rio em 2011, a apresentadora levou dois tombos e teve que ser auxiliada por membros da agremiação.

6 - Musa da Rosas de Ouro, Elaine Abreu teve que ter jogo de cintura após o seu tapa-sexo se soltar no meio da avenida em 2016. Durante parte do desfile, ela teve que segurar o adereço ao se apresentar na comissão de frente.

7 - Em 2012, Mirella Santos teve que lutar contra a gravidade (e contra o seu salto alto) durante o ensaio técnico da Grande Rio. Ao sambar na Sapucaí, a esposa do humorista Ceará levou dois tombos seguidos e acabou virando meme nas redes.

8 - Ao se preparar para desfilar como rainha de bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, em 2017, Daniela Albuquerque deu um susto ao chegar no Sambódromo do Anhembi com creme de abacate no rosto.

9 - Ivete Sangalo teve que trazer todo o seu pique do trio elétrico para a avenida. Ao ser homenageada pela Grande Rio em 2017, a cantora se dividiu em várias para desfilar como comissão de frente e, depois, como destaque em um carro alegórico. Com isso, ela foi vista correndo contra o tempo para se apresentar com sucesso.

10 - Para fechar, um exemplo de superação: bailarina do Faustão e rainha de bateria da Tom Maior, Pâmella Gomes provou que seu amor pelo Carnaval é maior do que a dor e sambou de bota ortopédica na avenida, após ter quebrado um dos dedos do pé apenas quatro dias antes do desfile, em 2017.