Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Emilio Dantas volta aos palcos como Cazuza: "Ele nunca deixou de estar comigo"

Intérprete de Rubinho da novela das 9 fará apresentação gratuita na Fundição Progresso com o celebrado musical sobre vida e obra do cantor

Por tatiana Ferreira Publicado em 21/06/2017, às 18h05 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Emílio Dantas - Leo Aversa/Sérgio Santoian
Emílio Dantas - Leo Aversa/Sérgio Santoian

Emilio Dantas fez o processo inverso da maioria dos artistas. O ator de 34 anos tornou-se conhecido primeiramente no teatro antes de fazer sua estreia nas novelas da Globo, como o vilão Pedro de Além do Tempo (2015). Foi em Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o musical, na pele do icônico cantor, que Emilio arrebatou críticos e público com sua interpretação. Dedicação e talento renderam frutos. Em sua segunda novela na Globo, ele dá vida à Rubinho em A Força do Querer, um homem seduzido pela vida criminosa. Com os pés bem no chão, Emilio não se deixa levar pelos seus feitos.

“Para mim é tudo trabalho. Não vejo diferença entre a minha profissão e outras. Eu foco no que eu preciso fazer, que é estudar, decorar meu texto, não vejo glamour. Sou o mesmo Emilio de antes, só que agora com uma exposição maior”, explica o intérprete, que não esconde o entusiasmo com o atual trabalho na TV: “Gosto muito da forma que a Gloria (Perez, autora) está desenvolvendo a história do Rubinho e da Bibi (Juliana Paes). Tratamos questões sérias, que precisam de tempo para serem construídas. E vemos isso na trajetória dos personagens. É uma jornada mesmo. É um trabalho especial esse

Apesar de todas a atitudes controversas do personagem, Emilio não o julga. Para ele, Rubinho não é um vilão. “Eu o vejo como um cara irresponsável, que fez escolhas erradas. Ele quer uma vida melhor, mas quer isso de forma fácil”, pondera o artista.

No próximo domingo, dia 25, o ator dará uma pausa nos dramas de Rubinho para subir aos palcos novamente como Cazuza, numa apresentação gratuita na Fundição Progresso. Apesar da total dedicação ao trabalho na TV, o ator está mais do que preparado para soltar a voz na pele do cantor. “Ele nunca deixou de estar comigo. Vivi o Cazuza intensamente no teatro. Foi um trabalho de muita entrega e que eu tenho um carinho especial. Ele era um verdadeiro gênio com as palavras, tinha um dom mesmo para compor. E ele é atemporal, todo mundo sabe cantar nem que seja um trecho de uma canção dele. Essa apresentação é uma boa oportunidade para quem ainda não assistiu à peça”, explica Emilio. 

Para os interessados em assistir Cazuza – Pro dia nascer feliz, o musical, a entrada será feita mediante senhas, que serão distribuídas no próprio dia 25, a partir das 15h. A classificação etária é de14 anos.