Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / TV

Taís Araújo emociona ao lamentar morte de diretor da Globo: 'Um sopro'

Atriz comove ao falar da morte de diretor do Popstar: ‘Aquele que pegou na minha mão’

Redação Contigo! Publicado em 28/01/2020, às 14h09 - Atualizado às 14h11

Taís Araújo emociona ao lamentar morte de diretor da Globo: 'Um sopro' - Instagram
Taís Araújo emociona ao lamentar morte de diretor da Globo: 'Um sopro' - Instagram

A atriz e apresentadora Taís Araújo comoveu seus seguidores ao prestar uma homenagem para o diretor Flavio Goldemberg, que comandava o Popstar e o The Voice Kids, da Globo.

Ao receber a notícia da morte dele após um infarto, ela relembrou a parceria deles e falou sobre o quanto ele foi importante em seu trabalho no Popstar.

"A vida é mesmo um sopro. Se foi hoje um cara generoso, amoroso, divertido, criativo e que estava numa fase brilhante de sua carreira. Flávio Goldemberg, diretor do Popstar e The Voice Kids. A voz no meu ouvido durante todo PopStar, aquele que me pegou pela mão e disse pra eu me divertir simplesmente, porque ele e sua equipe estavam ali por mim", disse ela, que continuou:

"Aquele que fazia questão de dizer que nosso trabalho no Pop era fazer com que os participantes brilhassem. Porque ele era assim, para ele não valia o brilho de um, mas o brilho de todos para que pudéssemos fazer sempre o melhor show pro nosso público de casa".

Para finalizar, ela mandou um recado para o amigo. "Que seja bem recebido nos céus, que lá seja uma praia incrível, cheia de belas ondas para surfar, como você sempre amou"

FALECEU DURANTE A MADRUGADA

A TV Globo anunciou nesta terça-feira (28) a morte de Flavio Goldemberg, diretor do The Voice Kids. Ele não resistiu após sofrer um infarto, informou a emissora  Profissional respeitado na emissora, ele estava no comando de duas atrações da casa - além do Kids, também comandava o Popstar.

“Hoje perdemos um parceiro, um amigo de vida. O Flavio fazia tudo com o coração e paixão. Amava a profissão e levava a vida sorrindo. Essa felicidade transbordava para além da tela da TV. A gente sorria e se emocionava. Ele vai fazer muita falta e deixar uma legião de amigos. Vai em paz Flavio, agora tire um tempo para surfar nas ondas do paraíso”,  lamentou o diretor JB Oliveira, o Boninho.