Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / TRISTEZA

Record TV emite nota de repúdio após apresentadora ser agredida dentro de casa: "Profunda indignação"

Em comunicado enviado à imprensa, emissora reage à situação que gerou revolta - e preocupação

Redação Contigo! Publicado em 21/06/2021, às 16h27

Record TV emite nota de repúdio após apresentadora ser agredida dentro de casa: "Profunda indignação" - Reprodução/Instagram
Record TV emite nota de repúdio após apresentadora ser agredida dentro de casa: "Profunda indignação" - Reprodução/Instagram

A Record TV emitiu nesta segunda-feira (21) uma nota de repúdio em que apoia a apresentadora Silvye Alves, agredida pelo ex-namorado em seu apartamento.

No texto enviado à imprensa, a emissora lembra que o número de denúncias de agressões só cresce.

"É inadmissível que os casos de violência contra a mulher aumentem a cada ano, apesar de todos os esforços em denunciar a gravidade dos casos.  Números que, infelizmente, cresceram durante a pandemia: uma em cada quatro mulheres acima de 16 anos afirma ter sofrido algum tipo de ataque no último ano no Brasil, durante a pandemia de Covid, segundo pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgada em junho", diz a mensagem.

A emissora confirma que ela foi vítima de agressão, o que causou "profunda indignação".

"A Record TV recebeu a notícia com profunda indignação e esclarece que presta todo apoio necessário à profissional neste momento tão delicado", afirmou. A emissora também pede que toda a sociedade se envolva. 

"Acreditamos que toda a sociedade deve se mobilizar para que situações como essa não ocorram e que os agressores sejam devidamente punidos.Reiteramos nosso repúdio a qualquer tipo de violência e prestamos nossa solidariedade à Silvye Alves e a todas às vítimas deste tipo de crime", diz a mensagem.

Após a notícia se tornar pública, a apresentadora publicou um esclarecimento nas redes sociais.

“Não está sendo fácil. A dor física só não é pior que a dor na alma. A maior tristeza de tudo isso foi ver meu filho sofrer. Prometi nunca fazê-lo sofrer e hoje aconteceu o pior. Peço orações a vocês, cessem o ódio, por favor, isso não leva a lugar nenhum. Assim que conseguir, vou conversar com vocês. Se puder, nos coloque em suas orações”, afirmou.