Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / NOVIDADE

Flávia Noronha pede demissão da RedeTV! após 13 anos e já tem contrato com outra emissora: "Muita alegria"

A apresentadora, que comandou o TV Fama por 11 anos, também recebeu convite para reality show

Redação Contigo! Publicado em 29/06/2021, às 17h18

Flávia Noronha pede demissão da RedeTV! após 13 anos e já tem contrato com outra emissora: "Muita alegria" - Reprodução/RedeTV!
Flávia Noronha pede demissão da RedeTV! após 13 anos e já tem contrato com outra emissora: "Muita alegria" - Reprodução/RedeTV!

A apresentadora Flávia Noronha pediu demissão da RedeTV! após 13 anos na emissora. Ela comandou o TV Fama durante 11 anos com Nelson Rubens, mas foi afastada em março desse ano. Atualmente ela estava em um programa de esporte.

Segundo informações do colunista Flávio Ricco, ela pediu demissão na tarde desta terça-feira (29) e já tem outros planos pela frente.

"Já fui contratada pelo Raul Gil e vou fazer o programa dele no SBT. Além disso, recebi convite de A Fazenda, mas não poderei aceitar e também de uma emissora de jornalismo. Vou resolver agora com calma", afirmou Flávia Noronha, segundo o colunista.

Nas redes sociais, ela contou sobre a novidade na SBT: "Gente, agora é oficial! É com muita alegria que conto essa novidade para vocês! Estarei a partir de julho no Programa Rual Gil no quadro Elas querem saber! Muito emocionada em poder trabalhar ao lado de um dos maiores comunicadores desse Brasil! Passei minha infância assistindo o programa dele! Minha falecida avó também adorava! Que honra estar ao lado dele e de feras como Antônia Fontenelle e Thammy Miranda! Feliz demais em poder matar a saudade que estou de vocês meus amores! Quem vai me assistir?".

POLÊMICA COM APRESENTADOR DA REDETV!

O apresentador Sikêra Jr, da RedeTV!, recebeu um montante de R$ 120 mil do governo federal, informou nesta quinta-feira (17) a Folha de S. Paulo.

Segundo o veículo, as informações constam em documentos que foram entregues pela  Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) à CPI da Covid.