Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / FALOU TUDO

Ao vivo, Fátima Bernardes se revolta e dá opinião sincera sobre festas clandestinas: "Deveriam abrir mão dos hospitais"

A apresentadora afirmou que as pessoas que desrespeitam o isolamento não deveriam receber atendimento médico

Redação Contigo! Publicado em 24/06/2021, às 13h53

Ao vivo, Fátima Bernardes se revolta e dá opinião sincera sobre festas clandestinas: "Deveriam abri mão dos hospitais" - Reprodução/Instagram
Ao vivo, Fátima Bernardes se revolta e dá opinião sincera sobre festas clandestinas: "Deveriam abri mão dos hospitais" - Reprodução/Instagram

Nesta quinta-feira (24), Fátima Bernardes utilizou o seu espaço no Encontro para dar sua opinião sincera sobre aglomerações que estão acontecendo em meio à pandemia. 

Visivelmente irritada, a apresentadora afirmou que as pessoas que não respeitam o distanciamento social não deveriam receber atendimento nos hospitais. 

“A minha vontade é que essas pessoas assinassem termos abrindo mão de vagas nos hospitais, porque tem muita gente precisando de vaga e não conseguindo, e tá dentro de casa, muitas vezes acaba se contaminando”, iniciou o desabafo. 

"As pessoas que estão fazendo isolamento  porque o vírus tá circulando. Então, né, é muito triste. A gente precisa respeitar o outro, a respeitar normas e regras"

A indignação de Fátima aconteceu após a jornalista Michelle Loreto mostrar um grupo de pessoas de aglomerando em uma balada clandestina, em São Paulo. 

CRITICOU O PAPA

A apresentadora Fátima Bernardes deu uma opinião contundente no Encontro desta quarta-feira (23). É que nesta manhã o presidente Jair Bolsonaro compartilhou um vídeo do Papa Francisco sem máscara.

Ele estava ao redor de fiéis e de sua equipe sem proteção. Durante seu programa, a apresentadora relembrou que ambos estão equivocados.

"É importante dizer que tanto o presidente Jair Bolsonaro, quanto o papa Francisco estão errados e equivocados", afirmou ela que defendeu o uso responsável das máscaras de proteção.