Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Novelas / Relembrou

Wagner Moura se envergonha com falas icônicas de 'Paraíso Tropical' e garante: "Nunca chamei"

Wagner Moura fez questão de relembrar o papel marcante na semana da morte do autor da trama: Gilberto Braga; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 28/10/2021, às 11h43 - Atualizado às 12h10

Wagner Moura fez questão de relembrar o papel marcante na semana da morte do autor da trama: Gilberto Braga; veja - Reprodução/ Instagram
Wagner Moura fez questão de relembrar o papel marcante na semana da morte do autor da trama: Gilberto Braga; veja - Reprodução/ Instagram

Wagner Moura se rendeu as lembranças e falou sobre seu personagem icônico: Olavo, par romântico de Camila Pitanga na novela Paraíso Tropical, exibida em 2007. O artista ficou animado ao saber que seu personagem estava sendo abraçado pelo público por conta da reprise da trama no canal Viva.

O casal Bebel e Olavo caiu no gosto de público de tal maneira que bastava a dupla entrar no ar para a audiência subir. Já os protagonistas, Paula (Alessandra Negrini) e Daniel (Fábio Assunção), acabaram 'ofuscados' pelos personagens.

O ator fez questão de relembrar o papel marcante na semana da morte do famoso dramaturgo Gilberto Braga, autor da trama: "Aquela novela era boa demais. Eu adorava fazer aquelas cenas com a Camila", lembra ele em entrevista ao O Globo.

Nas redes sociais, os internautas voltaram a reviver as declarações de Bebel e Olavo: “Se um dia eu encontro o Wagner Moura eu não peço autógrafo, peço para ele me chamar de cachorra!”, escreveu um. “No primeiro ‘cachorra’ eu já estava latindo”, disse outro. “Daria minha vida para estar no lugar dela”, opinou um terceiro.

Aos 45 anos, o ator é casado há 21 com a fotógrafa Sandra Delgado, com quem tem três filhos. "(Na vida real) Nunca chamei ninguém de cachorra, não", esquiva-se o ator ao ser questionado se já reproduziu alguma das falas do personagem fora da trama.

Em entrevista ao jornal O Dia, Moura ainda falou com sinceridade da parceria com Gilberto Braga: "Fui muito feliz quando trabalhei com ele. Tenho orgulho de dizer que fiz um vilão do Braga. É uma categoria especial, eu 'chequei'", brincou Wagner. "O convívio que tive com ele, que não foi muito...eu o achava muito engraçado. Ele falava muito devagar e nas cenas ele falava barbaridade. Então eu achava aquele contraste muito bom", finalizou.

Recentemente, a atriz Camila Pitanga também reviveu as cenas da trama de Gilberto Braga nas redes sociais. ela compartilhou algumas fotos ao lado de Wagner Moura, que deu vida ao seu par romântico na trama, Olavo."Postando umas fotos dos meus amigos Bebel e Olavo pra comemorar o Dia Do Beijo", escreveu a artista na legenda da publicação.