Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Meu cantinho, minha cara

O cantor Mariano, da dupla Munhoz & Mariano, abre seu dúplex em São Paulo, decorado com violões e presentes das fãs, e assume ser um eterno tímido

Por Adriana Trujillo/ Fotos Caio Guimarães Publicado em 29/12/2015, às 13h24 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Mariano - Caio Guimarães
Mariano - Caio Guimarães
Assim que CONTIGO! chega ao dúplex do cantor sertanejo Mariano, 29 anos, no elegante bairro do Morumbi, em São Paulo, uma música romântica ecoa pelos corredores do prédio. “Bem-vindos ao meu cafofo”, ele diz, super à vontade, vestindo camiseta, bermuda e chinelo. “Vocês estão ouvindo em primeira-mão a canção que compus sobre a história de amor dos meus pais. Até chorei quando ela ficou pronta”, conta ele, que forma com Munhoz, 29, uma das duplas de maior sucesso da atualidade. “Tudo começou como uma grande brincadeira minha e do Munhoz. Começamos a cantar para bancar as nossas festas e o negócio foi ficando sério”, relembra Mariano.

MORA COM O IRMÃO
Quando a música Camaro Amarelo estourou, em 2012, Mariano sentiu a necessidade e deixar de vez Campo Grande,  Mato Grosso do Sul, e morar na capital paulista. “Meu cantinho é a minha cara. Decorei com presentes que ganhei das minhas fãs. Tem bicho de pelúcia, miniaturas de camaros, bonecos e outras coisas que elas me dão, além dos prêmios que ganhei”, ressalta Mariano, que trouxe o irmão, Arthur, 32, para morar com ele. 


COME CARNE TODO DIA
Mariano adora preparar churrasco em seu apartamento. “Tem dias que chego das viagens e acendo a churrasqueira mesmo estando sozinho. Não fico um dia sem comer carne”, comenta ele, que costuma receber os amigos para um bom churrasco com muita música. “Comecei a compor há pouco tempo e sempre que sobra um tempo reúno os colegas para inventarmos umas modas”, diz ele, que no dia da reportagem recebeu a amiga, a cantora e compositora Paula Mattos, 26, para o almoço. “Ela é minha parceira e fera na arte de compor. Paulinha tem me ensinado muito.” Solteiro desde o fim do relacionamento com a assistente de palco do Caldeirão do Huck, Dani Bananinha, 39, ele sonha em formar uma família, mas não está em busca de um novo amor. “Sempre quis muito constituir uma família, mas estou focado na carreira. Já tive minha fase da pegação, mas hoje sou muito tranquilo e caseiro”, revela o sarado cantor.

ELE É UM PERSONAGEM
Quem vê a performance de Mariano no palco, com danças ousadas e até um banho de chuveiro com fã na música Bombeiro, não imagina que ele é tímido. “No começo nós nem saíamos do lugar no palco de tanta timidez. Minha mãe deu a ideia de dançar e brincar com a mulherada. Na primeira rebolada, vi que o público feminino pirava”, conta ele. “Mas sou um personagem. Fora do palco continuo tímido”, confessa.