Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / Comunicado

Romero Britto quebra o silêncio sobre vídeo e faz acusação: "Pessoas querem ficar famosas às custas dos outros"

Artista falou sobre vídeo em que mulher quebra obra de arte; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 15/08/2020, às 15h38 - Atualizado às 15h41

Romero Britto quebra o silêncio sobre vídeo e faz acusação - Reprodução/Instagram
Romero Britto quebra o silêncio sobre vídeo e faz acusação - Reprodução/Instagram

Romero Britto se pronunciou a respeito do vídeo que viralizou na última semana.

O artista fez um comunicado neste sábado (15) tratando da gravação em que uma mulher estilhaça uma de suas obras em sua frente ao acusá-lo de maltratar funcionários de um restaurante. O vídeo rodou as redes sociais nos últimos dias e gerou críticas a Romero.

"O vídeo do incidente ocorreu em 2017, no qual todos podem ver que fui vítima de uma pessoa qu efoi a uma de minhas galerias e quebrou uma obra de arte que havia ganhado. Uma peça pesada de porcelana que, ao quebrar em pedaços, poderia ter causado danos a mim, a ela e a qualquer outra pessoa no local", começou.

Ele prossegue com uma acusação indireta: "É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento. Infelizmente, há pessoas que querem ficar famosas às custas dos outros".

Romero defende que quer manter a positividade: "Através da minha arte, meu propósito sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos. Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém. A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos. Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunc aantes precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo".

No vídeo, a dona de um restaurante chamado Olé Olé and Tapelaria, de Miami, quebra uma obra caríssima na frente dele e diz que ele reservou vinte lugares em um restaurante para tomar um café, pediu que parassem a música e não falassem com ele durante a estadia.

Veja:

Romero Britto