Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Karol Conká choca ao fazer balanço sobre participação no BBB: "Não me arrependo"

Karol Conká choca internautas ao fazer um balanço sobre sua passagem pelo BBB21 e dizer que não se arrepende de ter entrado no game

Redação Contigo! Publicado em 04/08/2022, às 22h12

Karol Conká explicou não se arrepender de ter se confinado no BBB21 - Reprodução/Instagram
Karol Conká explicou não se arrepender de ter se confinado no BBB21 - Reprodução/Instagram

Karol Conká refletiu sobre sua polêmica participação no Big Brother Brasil 21, no ano passado. A rapper deixou o confinamento com o maior índice de rejeição da história do programa e explicou como lidou com os acontecimentos pós-reality como o ódio do público e o cancelamento.

“Precisei respirar e ter humildade para entender. Existem dois caminhos básicos, que é a verdade e a humildade. Eu usei esses ambos para, então, chegar a uma possibilidade de seguir em frente", disse a cantora ao participar do podcast ‘De Carona na Carreira’, apresentado por Thaís Roque.

"Eu me sentia muita acabada pelo remorso que eu estava sentindo e também pelo ódio das pessoas. Apesar, que os ataques eu percebia que eram mais uma manifestação, uma expressão do que elas estavam sentindo naquele momento”, completou Karol Conká.

Além disso, a artista também explicou não se arrepender de ter aceitado o convite para participar do confinamento. Em meio à pandemia da covid-19, ela viu na disputa por R$ 1,5 milhão a chance de voltar ao foco dos holofotes e alavancar ainda mais sua carreira.

“Não me arrependo de ter entrado. Estávamos na pandemia, eu não aguentava mais ficar em casa. Chegou o convite e eu vi como uma aventura, oportunidade de conhecer pessoas e ganhar mais dinheiro. Não me arrependo porque me trouxe muita visão de vida, por mais dolorosa que tenha sido, eu vejo o lado bom da experiência”, contou a famosa.

ASSUNTO SÉRIO

Karol Conká abriu o coração e deu detalhes de episódios de racismo que sofreu durante a adolescência, no Paraná. Consolidada como uma das maiores rappers do país, a ex-BBB explicou que sua realidade aos 14 anos era bem diferente, fazendo ela se fechar cada vez mais com as pessoas.

“Por ser negrinha. Só por ser negrinha eles se incomodavam, jogavam papel. E eu era muito dócil até 14 anos, depois não consegui mais. Essa doçura só vem só com uma coisa mais íntima”, lamentou a cantora, ao participar do podcast PodDarPrado, apresentado por Gabi Prado, no YouTube.