Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / CONTRATO

Jogador de vôlei, Mauricio Souza é demitido após polêmica envolvendo homofobia: “Demorou, mas veio”

Minas Tênis Clube emitiu comunicado oficial nesta quarta-feira (27) para informar desligamento do atleta

Redação Contigo! Publicado em 27/10/2021, às 18h47

Jogador de vôlei, Mauricio Souza é demitido após polêmica envolvendo homofobia - Instagram
Jogador de vôlei, Mauricio Souza é demitido após polêmica envolvendo homofobia - Instagram

Jogador da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino, Mauricio Souza foi desligado nesta quarta-feira (27) do Minas Tênis Clube, onde atuava.

A quebra de contrato do atleta foi informada pelo próprio clube, através de um comunicado nas redes sociais, e ocorreu após declarações polêmicas do jogador, que foi acusado de homofobia por internautas.

“O Minas Tênis Clube informa que o atleta Maurício Souza não é mais jogador do Clube.”, diz o comunicado do time, que recebeu inúmeros comentários apoiando a decisão: "Demorou mais veio", disse um dos seguidores. 

Souza chegou a compartilhar publicações criticando o uso do pronome neutro, além de ter feito duras críticas à DC Comics, que revelou que o filho do herói Super-Homem é bissexual nas histórias em quadrinhos.

Outros atletas de vôlei, como Douglas Souza, Sheilla Castro, Carol Gattaz, entre outros, se pronunciaram após as falar do jogador. Em seu perfil, Mauricio agradeceu o tempo que atuou no Minas Tênis.

“Não sou mais jogar do Minas! Agradeço aos meus companheiros, comissão técnica, meu fisio, ao meu diretor, presidência e sócios por tudo! Sigo meu caminho plantando o que acredito, meu legado continua! O que deixarei para meus filhos e netos é o que conta no final.”, escreveu.

Veja:

PEDIU DESCULPAS?

Mais cedo, o jogador compartilhou um vídeo dizendo que apenas estava expressando sua opinião, mas que queria se desculpar por ter ofendido alguém. Ele chegou a citar valores familiares e enfatizou não ser uma pessoa homofóbica.

"Hoje estou pedindo desculpas por minha opinião ter ofendido alguém! Ter opinião e defender o que se acredita não é ser homofóbico nem preconceituoso! Desculpa, mais uma vez."

Confira: