Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LEMBRA DELE?

'Hipster da Federal' é morto com tiro de espingarda após surto psicótico

Policial Federal que ficou famoso na época da Operação Lava-Jato, 'hipster da Federal' é morto no interior de Goiás

Redação Contigo! Publicado em 03/03/2022, às 12h30

Hipster da Federal é morto com tiro de espingarda após surto psicótico - Reprodução/TV Globo
Hipster da Federal é morto com tiro de espingarda após surto psicótico - Reprodução/TV Globo

Morreu nesta quarta-feira (2) o agente da Polícia Federal Lucas Valença, 36 anos. Ele ficou conhecido como "hipster da federal" após ser fotografado em operações da extinta Lava-Jato, força-tarefa que desmantelou esquemas de corrupção.

Segundo informações do R7, o rapaz levou um tiro de espingarda dentro de uma fazenda em um município do interior de Goiás.

O boletim de ocorrência aponta que o policial  teria invadido a fazenda Santa Rita, em Buritinópolis, aos gritos. Ele dizia que na propriedade havia um demônio. Alterado, ele teria desligado a energia do local e arrombado a porta.

O autor do disparo foi um homem de 25 anos que estava em casa com a mulher e a filha. No boletim, ele diz que ouviu "uma gritaria com diversos xingamentos, falando que naquela casa havia um demônio".

Lucas Valença ficou famoso ao ser fotografado no momento da prisão do ex-presidente da Câmera Eduardo Cunha. Na época, ele chegou a ir em vários programas de televisão.

"Fiquei surpreso demais. Não tinha a menor intenção que isso acontecesse.Tinha uns mil amigos e agora tem mais de 200 mil. Não consigo mais responder para todo mundo", disse ele durante uma ida ao Encontro