Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Fernanda Motta abre o coração e fala sobre o diagnóstico de câncer de mama: "Não sou supermulher"

A modelo falou abertamente sobre o tratamento e a luta contra a doença

Redação Contigo! Publicado em 14/08/2020, às 13h10

Fernanda Motta abre o coração e fala sobre o diagnóstico de câncer de mama - Reprodução/Instagram
Fernanda Motta abre o coração e fala sobre o diagnóstico de câncer de mama - Reprodução/Instagram

Fernanda Motta abriu o coração nesta quinta (13) durante uma conversa com Isabella Fiorentino, e comentou sobre o seu diagnóstico de câncer de mama. A modelo lutou contra a doença em 2019, falou sobre a importância dos pensamentos durante o tratamento. 

“Apesar das pessoas não acreditarem, eu sou uma pessoa muito alegre. Nessas horas, a cabeça é o mais importante. Ela comanda o coração, o corpo. Acreditava que se eu levasse essa alegria seria bom”, iniciou. “Não sou supermulher. Claro que chorei, sofri, mas busquei o pensamento positivo”.

Segundo Fernanda, poucas pessoas ficaram sabendo do diagnóstico da doença, pois, ela estava de férias e optou por manter em segredo por um tempo.

“Contei para pouquíssimas pessoas. Descobri em julho, uma época em que estava todo mundo em férias, com os filhos...Sei que é importante e não conseguiria enfrentar e superar sem meus amigos neste tratamento, mas, de cara, não falei nem para a minha mãe. Quis saber como seria o tratamento antes" . 

Ao finalizar, Fernanda parabenizou a medicina brasileira. "Quando a gente fala para as pessoas, isso acaba trazendo um desespero. Câncer é uma palavra que assusta. Quando você escuta a palavra câncer, pensa: ‘ih, acabou’, mas não é assim. Se você descobre no início, há boas chances de recuperação. Obviamente é uma doença difícil, mas a medicina brasileira é muito boa."