Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Esposa de Zé Felipe, Virginia Fonseca desabafa sobre depressão durante gravidez: "Comecei a me culpar"

Em vídeo, a influenciadora de 21 anos abriu o coração e revelou crise após descobrir gestação: "Só queria chorar sozinha"

Redação Contigo! Publicado em 05/02/2021, às 16h16 - Atualizado às 16h39

Esposa de Zé Felipe, Virginia Fonseca desabafa sobre depressão durante gravidez - YouTube
Esposa de Zé Felipe, Virginia Fonseca desabafa sobre depressão durante gravidez - YouTube

Esposa de Zé Felipe, Virginia Fonseca usou o seu canal no YouTube para abrir o jogo sobre saúde mental durante a gestação.

No sexto mês de gravidez, a influenciadora contou aos fãs que não reagiu bem à notícia de que está à espera de sua primeira filha, a se chamar Maria Alice. Segundo a jovem de 21 anos, a descoberta desencadeou nela uma reação depressiva.

"Estava com dois meses de gravidez, descobri com cinco semanas. Sempre fui uma pessoa muito vaidosa e me sentia muito feia. Tinha os roxos da cirurgia, todo o processo pós-cirúrgico e o início da gestação. Foi aterrorizante, pior momento da minha vida, me sentia muito mal", contou.

"Logo que eu fiz a lipo falei por Zé que não queria ter filho agora. Ele falava que queria ter um filho todos os dias. Então eu falei: 'vamos esperar um ano para eu curtir a minha lipo'. Ia colocar o Diu. Mas nada da minha menstruação descer", disse Virginia, que relembrou como se sentiu triste e culpada na semana em que descobriu a gestação:

"Fiz teste, deu positivo e começou o problema na minha cabeça. Todo mundo estava muito feliz e eu não estava na mesma vibe. Eu pensava: 'Tenho 21 anos e é uma responsabilidade para o resto da vida'. Passou um tempo e a minha ficha caiu e veio a depressão mix em mim. Me sentia muito mal, não queria estar passando por aquilo e começava a me culpar. Só queria chorar sozinha em um quarto. E passando mal. Juntou tudo isso com a vaidade. Pior momento da minha vida. Uma semana e meia que parece que durou muito tempo."

Apesar da sua situação psicológica, Virginia não considerou o aborto. "Nunca passou pela minha cabeça tirar, mas não queria estar grávida e aceitar o neném", disse ela.