Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DECLARAÇÃO

Ana Paula Tabalipa diz que escreveu carta se despedindo dos filhos: "Não sei como estou viva"

Em entrevista rara, Ana Paula Tabalipa revela luta contra doença grave e diz que escreveu carta dando adeus aos 4 filhos

por Gustavo Assumpção

Publicado em 03/08/2022, às 08h08

Ana Paula Tabalipa diz que escreveu carta se despedindo dos filhos: "Não sei como estou viva" - Reprodução/Instagram
Ana Paula Tabalipa diz que escreveu carta se despedindo dos filhos: "Não sei como estou viva" - Reprodução/Instagram

A atriz Ana Paula Tabalipa fez um relato corajoso para os fãs dos 27 anos em que luta contra uma doença incurável: a depressão.

Em entrevista ao podcast Lá no Pod, ela disse que ainda enfrentou um tratamento muito precário quando descobriu a doença. Ela disse que não sabe nem como ainda está viva. 

“Eu me tratei muito mal. Não sei como estou viva. Eu nunca me achei linda. Não tenho nem espelho em casa. Me cobro muito, me trato muito mal e estou tentando melhorar isso em mim”, declarou. 

Ela disse que chegou a se despedir dos filhos. “Quando chegou perto do meu vigésimo oitavo aniversário, fiz uma carta de despedida para os meus filhos, dizendo que os amava e que queria que fossem amigos, mesmo sendo de pais diferentes”.

Tabalipa disse que tinha certeza que não ia sobreviver. “Eu achava que ia morrer mesmo. Sei lá do que. Mais tarde, eu cheguei a quase me matar. Isso porque quando eu era bem pequena, fui num churrasco com meus pais e uma pessoa pegou para ler a minha mão. Essa pessoa viu um corte e falou alguma coisa no ouvido da minha mãe, que começou a chorar compulsivamente e nunca me contou. Aquilo ficou marcado na minha cabeça”. 

A atriz luta contra a doença desde os 16 anos e conta que chegou até a usar substância ilícitas. “É uma depressão ocasionada por um episódio da minha vida que eu ainda não estou preparada para falar. Mas um dia falarei! Então existem gatilhos, que eu ainda não identifiquei todos, que me fazem voltar neste lugar”.

Resiliente, ela confessou que não tem mais esperanças de ser curada. “Eu tenho a depressão. Tem dias que eu não atendo ninguém e as minhas amigas mais íntimas já sabem que não é nada pessoal. Eu estou querendo morrer. Hoje aprendi a ter um propósito por dia. Estou me mudando para o interior para ter qualidade de vida, para uma cidade que não tem nem semáforo, onde todo mundo se conhece. Fiquei quatro dias por lá e nesse tempo matriculei a criança, aluguei uma casa e não tomei rivotril nenhuma vez. Ao mesmo tempo, vou morar a primeira vez sem todos os meus filhos, o que me causa uma aflição. É difícil”.

Veja a entrevista:

MÃE DE 4 FILHOS

Ao jornal O Globo, a atriz também contou recentemente como cria os quatro filhos: Lui, de 20 anos, Pedro, de 17, Tom, de 16 e Mia, de 5. Segundo ela, o mais velho é seu grande parceiro.

"Lui é uma delícia na minha vida, o mais sensato da casa. Eu sou mãe solo mesmo, fico sozinha com eles, lavo roupa e banheiro e cozinho. Agora o Lui dirige, me leva e busca no trabalho, dá almoço para a irmã... Fiquei preocupada porque não queria colocar nele essas responsabilidades. Mas ele disse: "Mãe, eu já tenho essa responsabilidade". Ele mesmo assumiu. Já, já serão dois maiores de idade em casa. Psicologicamente, dá um alívio", comemora ela.

Gustavo Assumpção

GUSTAVO ASSUMPÇÃO é editor do site de CONTIGO! desde 2018. É formado em jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina/UEL e possui mestrado pela Universidade de São Paulo/USP. Escreve sobre novelas, televisão e celebridades.