Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / DESABAFO

Amiga de Pamela Hollanda diz como ela está após expor agressões de DJ Ivis: "Tinha e tem medo"

Em texto nas redes sociais, ela desabafou sobre a força e a coragem da estudante; veja

Redação Contigo! Publicado em 13/07/2021, às 07h41

Amiga de Pamela Hollanda diz como ela está após expor agressões de DJ Ivis: "Tinha e tem medo" - Reprodução/Instagram
Amiga de Pamela Hollanda diz como ela está após expor agressões de DJ Ivis: "Tinha e tem medo" - Reprodução/Instagram

A estudante Pamela Hollanda usou as redes sociais nesta terça-feira (13) para compartilhar um longo texto que foi escrito por uma amiga em seu apoio.

Na mensagem, que ela exibiu aos fãs, a amiga revela que ela está bem e se recuperando longe de DJ Ivis, acusado de agredi-la. 

"Se você é amiga de alguém que está inserida em um relacionamento abusivo, não deixe essa amizade porque ela ou ele não te escuta e voltam e você se cansou de tudo. É cansativo, sim, frustrante, mas pode acontecer o pior. Por diversas vezes você vai se cansar e até dizer que não quer mais saber, como eu mesma já fiz, mas seja rede de apoio, esteja sempre ali porque um relacionamento abusivo é cercado de dependências. Abandonar uma amiga nessa situação é jogar ela ainda mais para essa dependência emocional", afirmou.

Na mensagem, a amiga da estudante ainda lembrou tudo o que ela teve que enfrentar para expor o próprio marido e pai de sua filha. 

"Minha amiga denunciou, teve coragem, não foi fácil. O cara recebeu milhares de seguidores, foi para o Instagram falar a arma de defesa mais fácil do patriarcado que é chamar a mulher de louca e desequilibrada. Teve a audácia de fazer B.O. e de expor vídeos que só comprovam o quão misógino ele é e ainda está solto. Tudo isso enquanto sua ex mulher tinha e tem medo", afirmou. 

DEMITIDO

Neste domingo (11), Xand Avião foi às redes sociais e revelou que DJ Ivis teve seu contrato encerrado. O dono da produtora Vybbe repudiou as atitudes, prestou sua solidariedade à vítima e anunciou que sua empresa não terá mais nenhum vínculo com o paraibano - ele está demitido.

"É uma coisa muito séria. Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais contra uma mulher. Nada explica. Quero dizer que já designei minha equipe para falar com a Pamela, para ajudar no que ela precisar", começou.