Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / POLÊMICA

Alok rebate acusações de apropriação musical e culpa antigo empresário: “Aceita”

Sempre discreto, Alok se vê envolvido em polêmica e diz que recebe ameaças desde que desistiu de seu contrato com Marcos Araújo, dono da Audiomix e namorado de Lívia Andrade

Redação Contigo! Publicado em 22/01/2022, às 12h12 - Atualizado em 27/01/2022, às 15h35

Alok rebate acusações de apropriação musical e culpa antigo empresário: “Aceita” - Instagram
Alok rebate acusações de apropriação musical e culpa antigo empresário: “Aceita” - Instagram

O DJ Alok usou as redes sociais na última sexta-feira (22) para se proteger das acusações que vem recebendo de se apropriar da produção feita em parceria com a dupla americana Sevenn, formado pelos irmãos Sean e Kevin. Em entrevista, os artistas acusaram o brasileiro de manter “um relacionamento unilateral e comercialmente abusivo”.

Em uma sequência de vídeos, o marido de Romana Novais disse que vem sendo ameaçado com essa matéria antes mesmo de ela ir ao ar. Ele garantiu que não cederá a chantagens ou ameaças, já que não tem nada a esconder. Sincero, ele falou ainda acreditar que Marcos Araújo, dono da Audiomix e namorado de Lívia Andrade, esteja por trás da polêmica.

“Sean e Kevin sempre foram meus parceiros, amigos, sempre os admirei, mas eles estão sendo mal direcionados neste momento, eu sequer recebi notificações deles [sobre o assunto]”, disse ele, falando ainda que produz músicas desde os 12 anos e nunca teve problemas com ninguém. Ela relembra que o maior sucesso da dupla americana é em parceria com ele e que jamais foi creditado pela canção.

Alok mostrou ainda vídeos das produções que a dupla diz ter feito parte e garante que não houve colaboração com ele. Ele explicou que apenas mandava alguns projetos para os irmãos, que masterizaram [prática de pós-produção] o conteúdo, o que é comum entre DJs, e contou que eles recebiam dinheiro pelo trabalho. Ele disse que a dupla também pede créditos pela música feita em parceria com a ex-BBB Juliette Freire, mas garante que trabalha na obra há cinco anos e, que nesse tempo, desistiu da parceria com eles, pois eles não chegaram a um acordo: “Regravei tudo, não usei nada dele, mas creditei ele como autor da música, com a mesma porcentagem que eu”.

ACUSOU O DONO DA AUDIOMIX

O músico comentou ainda que os irmãos, no ano passado, pediram para fazer novas parcerias com ele e que não faria sentido um pedido assim se eles de fato não recebessem créditos por suas canções. Em seguida, ele aproveitou para cutucar Marcos Araújo. Ele disse que desde que reincidiu o contrato com o empresário recebe ameaças, pois o mesmo não aceita sua decisão.

“O que acontece é o seguinte, tanto a minha carreira quanto a doSevenn eram gerenciadas pelo mesmo empresário, o Marcos, da Audiomix, que muitos devem conhecer pelas polêmicas. Quando tomei ciência de várias coisas que ele estava fazendo na minha carreira, na do Jorge e Matheus, de diversos outros artistas, rescindi de forma pacífica, desde então recebo ameaças, ele não aceita”.

Veja:

MARCOS ARAÚJO SE PRONUNCIA

Após a repercussão da declaração do DJ Alok, a assessoria jurídica de Marcos Araújo, em nome do empresário, se pronunciou, sobre o caso: 

“Na última semana, após a divulgação de uma matéria na revista americana Billboard a respeito de uma disputa de direitos autorais entre o DJ Alok e o duo Sevenn, o DJ Alok se manifestou em seu perfil do Instagram, de forma caluniosa e difamatória, sobre a pessoa do empresário Marcos Araújo, da produtora AudioMix. Essa manifestação repercutiu na imprensa brasileira, dando ainda mais impacto e alcance às calúnias e difamações cometidas pelo DJ Alok.

Em razão disso, o empresário informa que tomará as medidas judiciais cabíveis, no âmbito cível e criminal, para repreender a conduta ilegal do DJ Alok.

As discussões sobre direitos autorais são de interesse exclusivo das partes envolvidas nos processos judiciais, dos quais o empresário Marcos Araújo não faz parte.

Há, ainda, discussões contratuais e judiciais relativas à representação artística do duo Sevenn, que vêm enfrentando a resistência do DJ Alok para se manterem vinculados ao empresário e à AudioMix, em mais um ato lesivo a Marcos Araújo.”, diz o comunicado, assinado por Ticiano Figueiredo, Pedro Ivo Velloso e Daniel Mesquita, advogados de Marcos Araújo.