Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Exclusivas / Fique por dentro

Unindo realidade e ficção, 'Nos Tempos do Imperador' promove resgate histórico com tramas envolventes

Trama escrita por autores de 'Novo Mundo' chega para recuperar brilho de tramas inéditas no meio de tantas reprises

Redação CONTIGO! Publicado em 17/07/2021, às 14h21

Trama escrita por autores de 'Novo Mundo' chega para recuperar brilho de tramas inéditas no meio de tantas reprises - Reprodução/TV Globo
Trama escrita por autores de 'Novo Mundo' chega para recuperar brilho de tramas inéditas no meio de tantas reprises - Reprodução/TV Globo

Nos Tempos do Imperador, próxima novela das 18h, da Globo, chegará às telinhas no dia 9 de agosto substituindo a edição especial de A Vida da Gente. Escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão, a trama de época vai misturar realidade e ficção para acompanhar a vida de Dom Pedro II muito além do trono e das disputas políticas do Brasil Império.

Interligada com a novela Novo Mundo, sucesso de audiência na emissora no mesmo horário, o folhetim inédito mostrará o país em construção, ambientado em 1856, no Segundo Reinado - mais de três décadas após a declaração da Independência do Brasil - e se desenvolvendo no Rio de Janeiro. A posição da mulher na sociedade do século XIX e resistência das comunidades quilombolas em uma estrutura social escravocrata serão questões tratadas com destaque.

Com direção artística de Vinícius Coimbra, as gravações começaram em março de 2020, mas devido à pandemia da Covid-19 tiveram que ser interrompidas, retornando apenas em novembro do ano passado. Além dos Estúdios Globo e externas no Rio de Janeiro, os municípios de Barra do Piraí, Rio de Flores e Chapada Diamantina, na Bahia, foram locações para cenas importantes. Todas gravadas antes da interrupção.

Abaixo, você confere tudo sobre os personagens da nova novela das seis.

ELENCO

Protagonistas

Após 21 anos sem atuar em novelas, Selton Mello vai interpretar o segundo e último monarca do Império do Brasil. Querido pelo povo, ele trabalha pelo progresso do país e para ampliar os horizontes da população investindo na educação. Ao seu lado está a imperatriz Teresa Cristina (Letícia Sabatella), com quem tem suas filhas: Isabel e Leopoldina, fruto de um casamento político.

Porém, o coração do monarca vai bater mais forte por Luísa, a Condessa de Barral (Mariana Ximenes), mulher de personalidade forte, moderna, educada na Europa, que domina diversos assuntos e sabe muito bem aonde quer chegar.

Filhas de Dom Pedro II

As atrizes Giulia Gayoso e Any Maia darão vida a princesa Isabel em várias fases da vida da monarca. Já Melissa Nóbrega e Bruna Griphão farão a impetuosa princesa Leopoldina,

Família Barral

Thierry Tremouroux viverá Eugênio, o Conde de Barral. Casado com Luísa, a Condessa de Barral, eles têm um filho: o pequeno Dominique, interpretado por Thor Becker, que faz sua estreia na trama.

Família do coronel da Bahia

A jovem Pilar, vivida por Gabriela Medvedovski, quer se tornar a primeira médica do Brasil, mas enfrentará um grande obstaculo: um casamento arranjado. Seu pai, Eudoro (José Dumont), fazendeiro e coronel da Bahia, a prometeu para Tonico (Alexandre Nero), futuro candidato a deputado pela Bahia, filho de seu compadre, Coronel Ambrósio (Roberto Bomfim). Mas, para tentar realizar seu sonho, a jovem fugirá e viverá grandes desafios e aventuras.

Jorge: fuga, sonho, paixão

Michel Gomes vive Jorge/Samuel, um homem corajoso e honesto, que acredita na integração entre negros e brancos, e luta para se tornar livre como a maioria dos negros que vive na mesma situação. Diante da realidade da escravidão, sua única opção é fugir, mas antes que planeje algo, o destino lhe obriga a escapar sem qualquer planejamento.

Durante a fuga, a corajosa Pilar (Gabriela Medvedovski) cruzará seu caminho, eles se envolvem e se apaixonam. Tal encontro muda a vida dos dois para sempre.

Quinzinho voltou

Lembra do Quinzinho da novela Novo Mundo? O filho de criação de Joaquim (Chay Suede) e Elvira (Ingrid Guimarães), se tornou um homem, agora interpretado por Augusto Madeira, é casado com Clemência (Dani Barros).

Ele cresceu ao lado de Licurgo (Guilherme Piva) e Germana (Vivianne Pasmanter), cuidando da Taberna dos Porcos e das propriedades da irmã de consideração, Vitória (Maria Clara Gueiros). Ele lutará para que a taberna não ser demolida com o progresso da cidade e ainda carrega o sonho de transformar o local num cassino.

Triangulo amoroso

Roberta Rodrigues vai viver a divertida Lupita. Uma escrava de ganho de Borges (Danilo Dal Farra), que será alugada à família Pindaíba. Bonita e sensual que sonha com a sua liberdade. Para sobreviver, ela vende cocadas pela cidade. Em uma dessas andanças, ela conhece Batista (Ernani Moraes). O homem é casado com Lota (Paula Cohen), uma alpinista social que sonha em ter um título de nobreza. Os três vão formam um divertido triangulo amoroso.

Funcionários

Fiéis e leais aos monarcas, Celestina (Bel Kutner), Lurdes (Lu Grimaldi) e Nicolau (Cássio Pandolfi), são figuras presentes na família imperial de Dom Pedro II.

Celestina é dama-de-companhia da imperatriz do Brasil, Teresa Cristina (Letícia Sabatella); Lurdes é governanta de Dom Pedro II, uma criada antiga do Palácio, que acompanhou o crescimento do imperador desde a infância e tem muito carinho por ele - ela é uma personagem que vem de Novo Mundo e foi interpretada pela atriz Bia Guedes - Nicolau é mordomo do Palácio e nutre um carinho especial pela governanta.

PROTETORA

Mary Sheila interpretará Abena, uma das moradoras da Pequena África, local que protege e abriga pessoas que são excluídas pela sociedade da época. Com o marido, o músico Balthazar (AlanRocha) e seu filho Guebo (João Victor Menezes/ Maicon Rodrigues), Abena vai ajudar na fuga de escravizados.

Conhecidos do público

Licurgo (Guilherme Piva) e Germana (Vivianne Pasmanter) estarão bem diferentes na próxima novela das seis. A trama é considerada uma continuação de Novo Mundo por isso os personagens estão mais velhos.

Vilão

Filho de Coronel Ambrósio Rocha (Roberto Bomfin), passou anos morando no Recife, onde se formou advogado. Volta para a Bahia e encontra seu pai morto. Abandonado no altar por Pilar, ele se elege deputado, vai morar na corte. Tonico quer se vingar de Pilar e encontrar o responsável pela morte do seu pai. Acaba se casando com Dolores, irmã mais nova de Pilar.