Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Pedro Carvalho já é quase um brasileiro!

Protagonista em Escrava Mãe, o ator português está realizando o sonho de atuar no Brasil. Em entrevista exclusiva, ele confessa que não sentiu saudade de casa, não teme desafios e, assim como seu personagem, é um romântico assumido!

Por Mariana Silva Publicado em 12/07/2016, às 20h15 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Pedro Carvalho - Rogério Pallatta
Pedro Carvalho - Rogério Pallatta
Se tivesse disponibilidade para escolher, Pedro Carvalho já estaria de malas prontas para ficar de vez no Brasil. Morando em Lisboa, o ator português não pensou duas vezes quando recebeu o convite para viver o mocinho Miguel Sales na novela Escrava Mãe, da Record. “Acredite, eu já estava com texto em mãos para uma novela de horário nobre em Portugal. Acabei optando pelo Brasil, porque já queria iniciar minha carreira aqui há muito tempo. Vocês são os reis da novela! Para mim, é como subir um patamar, é um sonho que começa a se realizar. Espero que essa experiência seja a primeira de muitas”, vibra.
 Os desafios para o novo trabalho, porém, contavam com muito mais do que a mudança temporária de país. Durante o período de gravações, Pedro participou de seminários de história, fez aulas de esgrima, capoeira e equitação, além de fonoaudiologia para atenuar o sotaque português. “Se eu falasse como falo lá em Portugal, vocês não entenderiam nada. A gente fecha muito as vogais e fala rápido demais. Tive que trabalhar muito isso. No início, foi difícil, mas, como gravava todos os dias, fui aprendendo mais e me adaptando. Foi desafiador e muito gostoso”, explica.
 Mesmo com a distância, a saudade de casa ficou em segundo plano. “Dei algumas entrevistas para veículos de Portugal e sempre fui muito sincero quando me perguntavam se sentia saudade. E, não, não tenho. Óbvio, sinto falta da família, dos amigos... Mas falo com eles todos os dias por WhatsApp ou Skype. Fui muito abençoado aqui, sinto que o Brasil é minha segunda casa. Fiquei apaixonado pela cultura, pelo sertanejo que eu não conhecia, pelo forró, pelo samba no pé. Amei este país, meu coração vai ficar aqui!” 
Em novembro passado, após o fim das gravações da trama da Record, Pedro foi escalado para o elenco de Massa Fresca, no ar na faixa das 7, em Portugal. Por este motivo, o ator precisou se despedir do Brasil, mas garante que é por pouco tempo. “Sabe, eu não quero ir embora. Eu preciso, porque tenho a outra novela, mas não quero. Tem uma parte minha que fica aqui e outra lá. Quero voltar logo para poder conhecer um pouco mais (risos).” 


Pedro posa no interior do vagão restaurado por Leo Shehtman, na Casa Cor 2016


MOÇO ROMÂNTICO
Longe dos trajes robustos que marcam o visual de época da trama, no dia a dia o ator prefere um visual mais despojado e, claro, sem perder o estilo. “Gosto de me cuidar. É o que sempre digo: sou um cuidado descuidado”, diverte-se. Apesar do jeito tímido, o português acredita que encarou o relacionamento “mais caloroso” do público brasileiro de forma muito natural. “Eu experimentei um pouco do que é assédio aqui no Brasil (risos). Sou tímido, reservado... Mas acho que é reconhecimento do meu trabalho, fico feliz com isso. Em Portugal, as pessoas já me conhecem mais, por isso estou acostumado”, conta. 
Diferentemente de seu personagem, Pedro não acredita em amor à primeira vista e segue solteiro, disposto a encontrar alguém que lhe desperte o tão esperado “clique”. “Sou um romântico incorrigível, com direito a flores e tudo! Acho que amor é uma coisa que se constrói com o tempo. Com a maturidade, a gente aprende que amar é coisa séria, não dá para ser à primeira vista, demora mais. Sou cauteloso nesse ponto, tenho que ter aquele clique dentro de mim”, declara.


Pedro vive Miguel Sales em Escrava Mãe, da Record