Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Exclusivas / O PALESTRANTE

Fábio Porchat e Dani Calabresa detalham cena de sexo em filme: "Pelada por seis horas"

Em entrevista, Fábio Porchat e Dani Calabresa detalham dinâmica nos bastidores de "O Palestrante" e ainda contam suas maiores loucuras

Julia Palmieri Publicado em 04/08/2022, às 15h10

Fábio Porchat e Dani Calabresa detalham cena de sexo em filme: "Ficou pelada" - Divulgação/Ique Esteves
Fábio Porchat e Dani Calabresa detalham cena de sexo em filme: "Ficou pelada" - Divulgação/Ique Esteves

Os atores Fábio Porchat e Dani Calabresa já são amigos de longa data e estrelam pela primeira vez um par romântico juntos no filme O Palestrante. Em uma conversa exclusiva com a CONTIGO!, a dupla contou detalhes de como foi fazer o filme e ainda revelaram algumas histórias inéditas das suas vidas pessoais.

O PALESTRANTE

Na trama, Guilherme, interpretado por Fábio Porchat, está frustrado com a sua vida após ser demitido e traído pela sua esposa. Tentando recuperar seu emprego, ele viaja ao Rio de Janeiro e começa a se passar por um palestrante motivacional, e assume a identidade de outro homem. Nesse meio tempo, ele acaba se apaixonando por Denise, personagem de Dani Calabresa.

“O público vai rir sem parar e vai sair leve. O filme é muito engraçado. Muito divertido. Tem um super elenco”, garante a atriz.

O ator, que também foi responsável pelo roteiro, detalha a comédia: “Muita gente boa de piada, com texto bom, engraçado, divertido. Mas sabe o que é mais legal? Da pra levar os filhos adolescentes e até as velhas, elas vão gostar. Vai ser divertido”.

CENAS OUSADAS

Para além da comédia com piadas bem elaboradas, o filme também tem uma pitada de romance que faz o público logo torcer pelo casal. Ao lembrar como foi gravar cenas mais íntimas de beijo e sexo com a amiga, Fábio Porchat, confessa: “Terrível. Ela ficou pelada em cima de mim por 6 horas”.

Entre muitas risadas, Dani Calabresa revela que é difícil “virar a chavinha” para ter um clima romântico com um amigo, e relembra: “Você sabe que essas cenas assim já dão uma vergonha, mas fazer com amigo é mais legal. Porque ai em algum momento é ele vendo um peito embrulhado num negócio. A gente estava rindo da situação”.

MENTIRAS

Durante toda a história, o protagonista mente sobre a sua vida e quem é. A humorista, que não mede esforços para conseguir o que quer, confessou que já mentiu até demais em uma situação e ficou em uma saia justa.

“Eu queria muito fazer um musical. Eu menti. Eu coloquei no currículo que eu cantava e dançava. Passei uma vergonha. Já passei tanta vergonha em teste, porque eu queria muito. Eu vou com vontade porque de repente a pessoa pensa: ‘ela não canta, mas também não vai estragar se deixar no coro’. Passei por alguns testes, fiz musical, e outros quase chamaram a polícia", afirmou ela, entre risadas. 

Fábio Porchat também revela que já foi pego no flagra ao mentir para uma namorada.

“Uma namorada já perguntou: 'você já ficou com fulana?' Eu falei: ‘não, nunca na vida’. E ela disse: 'é que fulana mandou uma mensagem aqui'. Eu falei: ‘não queria falar porque você ia ficar com ciúme’. E ela: ‘com razão, você ficou com ela’”, contou.

MAIORES LOUCURAS

Durante o filme, Guilherme percebe a monotonia de sua vida e decide fazer algo novo. Em uma conversa no avião, ele é questionado qual a maior loucura que já tinha feito na sua vida.

Assim como o personagem, Dani Calabresa não consegue pensar em uma grande loucura e afirma que nunca fez nada muito radical, mas completa: "Eu sou uma pessoa que vive com empolgação. Eu faço as coisas. Eu subo no palco, eu bebo, eu corro pelada no hotel. É uma loucura que pela diversão eu vou”.

Fábio Porchat surpreende ao contar sua loucura: “Eu já capotei o carro. Virei de cabeça pra baixo, eu só salvei a minha vida porque eu estava de cinto. Tirei o cinto e cai. Sai pela janela e não aconteceu nada comigo”.

“Mas como isso configura loucura? Isso chama ser inconsequente, você estava ouvindo música do Supla? 'Rockzão' louco? O que aconteceu?”, brincou a atriz, entre risadas.

O humorista logo tentou se explicar: “Foi uma loucura, eu estava a 200 quilômetros por hora no túnel. Com ódio, eu estava com raiva. Olha que imbecil”.

O filme O Palestrante estreia nesta quinta-feira (04) nos cinemas. 

Siga a Contigo! no Instagram