Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Estrela de Velho Chico aos 18 anos, Julia Dalavia afirma: "Não escolhi minha profissão pela fama"

A atriz enfrenta o desafio de viver a sofrida Maria Tereza em Velho Chico. Na entrevista à Contigo!, ela conta que, além de conhecer o Nordeste, amadureceu muito com o trabalho

Tatiana Ferreira Publicado em 05/04/2016, às 12h26 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Julia Dalavia - Caiuá Franco
Julia Dalavia - Caiuá Franco
Atualmente, a vida da atriz Julia Dalavia, 18 anos, pode ser descrita em três sentimentos: empolgação, nervosismo e ansiedade. É assim desde que ela soube que estaria em um dos papéis principais da novela das 9, Velho Chico (Globo),  em que vive Maria Tereza, que depois caberá a Camila Pitanga, 38, na segunda fase. “Este trabalho me proporciona um desafio que eu ainda não tinha vivido na minha carreira”, garante. Julia começou no teatro aos 8 anos e fez algumas participações no cinema. Na TV, sua primeira aparição foi na novela Em Família (2014), como Helena na primeira fase e, no mesmo ano, emendou em Boogie Oogie como Alessandra. Mas é em Velho Chico que ela vê sua grande chance. “É a oportunidade de expor meu talento e fazer valer todo o meu esforço na carreira de atriz”, comemora. 


inspiração no sertão 
“Fiquei 35 dias gravando em Alagoas. Foi maravilhoso. Pude mergulhar mesmo naquele universo do Nordeste, que eu não conhecia, e no sertão. Para onde a gente olhasse, estava no clima da novela. Era inspiração por todos os lados, uma experiência única.”
amadurecimento em cena “As cenas me exigem muito, inclusive no quesito maturidade. Apesar de eu estar apenas em 14 capítulos, é um trabalho marcante, um desafio e um exercício de superação a cada cena.”

nadar e rir 
“Maria Tereza tem muitas cenas dramáticas, com cargas de emoção densas. É uma heroína romântica, que sofre muito! E isso exige demais. Sempre que acabam as cenas, sinto o peso do sentimento. Em Alagoas, quando estava demais, saía para nadar, conversava, ria e me distraia.”


fama não importa 
“Não escolhi minha profissão pela fama ou pelo que ela me proporciona. Meu encantamento é pela arte. Até quando me questionam sobre exposição, não sei o que responder. E, sinceramente, também não estou neste nível (risos) de ser conhecida na ruas.”

cuidado na rede 
“Não tenho muita vaidade. E nem o fato de estar na TV me modificou. Sempre fui muito moleca e dificilmente mudarei. Talvez seja até um defeito, não sei... O que tomo cuidado é com as redes sociais. Estou sempre tendo cautela com o que escrevo, pois sei que existem alguns seguidores que nos tomam como exemplo.”