Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
BBB / Vencedora

Um ano após vencer o BBB20, Thelma Assis faz balanço de mudanças na vida: "Surge um milhão de amigos"

Médica elencou as lições que aprendeu desde que ganhou o reality; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 27/04/2021, às 17h10

Vencedora do BBB20, Thelma Assis fez balanço da vida pós-prêmio - Reprodução/Instagram/Yan Acioli
Vencedora do BBB20, Thelma Assis fez balanço da vida pós-prêmio - Reprodução/Instagram/Yan Acioli

Um ano após vencer o Big Brother Brasil, Thelma Assis fez um balanço de sua vida de milionária nesta terça-feira (27).

A médica publicou uma retrospectiva com o momento em que foi anunciada como vencedora do BBB20 e várias peças publicitárias que protagonizou e escreveu um textão.

"Um ano de vitórias e as lições que a vida traz. Aprendi que, mesmo quando todo mundo ao seu redor duvida de você, basta confiar em você mesmo que a volta por cima vem. Aprendi que quando seu nome tá em alta, surgem um milhão de amigos e que é preciso sabedoria pra reconhecer os de verdade", começou.

Ela prossegue: "Aprendi que existem pessoas que gostam de você, simplesmente pelo fato de você existir e sem pedir nada em troca. Mas também existem pessoas que não gostam de você, simplesmente pelo fato de você existir, e em troca elas ainda querem a sua atenção".

Ela encerra: "Enfim, 1 milhão e meio de aprendizados. Gratidão a você, que esteve aqui me ajudando a aprender tanto".

Thelma venceu o reality em uma final contra Rafa Kalimann e Manu Gavassi. Leia na íntegra:

DEFENDEU

onvidada do Encontro nesta segunda-feira (26), a médica Thelma Assis saiu em defesa de Gilberto após o economista enfrentar um pequeno desentendimento com Juliette.

Ela não gostou da decisão que ele tomou após ser líder ao mandar Camilla de Lucas para o paredão.

Segundo Thelminha, a postura dele foi coerente com o jogo que ele tem demonstrado na casa. "Eu acho que ele está jogando com sinceridade. Ele chegou e avisou a Camilla, que realmente ela tinha sido a única que não tinha sido indicada até então. Pior é se a pessoa age pelas costas", defendeu ela.